Busca no BLOG

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PRESIDENTE DO BRASILIENSE FEZ A FESTA

O fato que mais chamou atenção antes, durante e no final do jogo entre Bragantino e Brasiliense, no último sábado, foi a presença marcante do presidente do Brasiliense-DF, Luis Estevão. A presença do presidente de uma agremiação ao lado de sua equipe, principalmente em um momento decisivo é completamente normal. No entanto, é de se estranhar que no intervalo, o presidente volte com seus atletas, adentre o campo de jogo, e por alí permaneça dialogando com seus jogadores, sem sequer ser notado pelo árbitro Heber Roberto Lopes, pois do contrário, este deveria relatar em súmula tal ocorrido, fato este que não fez.
Para que o jogo fosse reiniciado, o presidente do clube candango teve que ser convidado a se retirar do gramado pelo encarregado da Federação Paulista de Futebol, que saiu de campo ao seu lado.
Talvez, imagens possam ser resgatadas pelas cameras de TV e enviadas ao STJD para que os procuradores, auditores e/ou relatores possam se pronunciar a respeito.
Não bastasse, torcedores do Bragantino, indignados, nos procuraram no final do jogo demonstrando descontentamento com algumas atitudes do dirigente do Brasiliense, que enquanto esteve no camarote reservado a sua diretoria pelos dirigentes do Bragantino (fato este que ocorre com todas as diretorias que acompanham seus times aqui em Bragança), provocou alguns torcedores, fez gestos e ainda por cima tirou os sapatos e colocou os pés sobre a bancada.
Fatos como estes também afastam torcedores no dia a dia dos campos de futebol e podem desencadear uma série de outros problemas, entre eles, um insulto a violência.