Busca no BLOG

sábado, 24 de outubro de 2009

FRONTINI DEIXA CAMPO DESACORDADO, MAS JÁ ESTÁ EM CASA

O jogo corria normalmente, no Marcelão, e o Bragantino vencia o Fortaleza, por 1 a 0, quando aos 35 min, Léo Jaime ergueu a bola para a área, Frontini subiu para cabecear e bateu a cabeça com o zagueiro Edson e contra o chão, ao cair. Desacordado o atacante foi atendido pelo Dr. Alexandre Moreira (foto) e, imediatamente, retirado de campo, sendo conduzido a Santa Casa de Bragança Paulista, na companhia do Dr. Nilso Moreira.
Lá, o atacante chegou com a consciência parcialmente retomada e, aos poucos, foi voltando ao seu estado normal, sendo atendido pelo Dr. Marcos Rosa
Depois de algum tempo em observação, Frontini foi transferido da Santa Casa para outro Hospital da cidade, onde passou a noite e recebeu alta no final da manhã deste sábado, seguindo para sua residência.


Ele realizou alguns exames (radiografia da coluna cervical e tomografia computadorizada do crânio) e, a princípio, mesmo não sendo detectado nada de mais grave, ficará de fora do jogo de terça-feira, contra o América de Natal-RN, por precaução.

De acordo com o médico do Bragantino, Dr. Alexandre Moreira, Frontini ficará fora da equipe aproximadamente por dez dias para se recuperar do susto sofrido nesta sexta-feira.“É uma situação normal. Todo jogador que sofre um trauma como este precisa ficar um tempo em observação, para depois estar totalmente liberado para voltar aos trabalhos normais da equipe” finalizou o médico do clube.

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO 4 x 1 FORTALEZA-CE

CAMPEONATO BRASILEIRO 2009 - SÉRIE B
32ª RODADA

Bragantino 4 x 1 Fortaleza (CE)

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).


Data: 23/10/2009 (sexta-feira).


Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG), sendo auxiliado por Márcio Eustáquio Santiago (FIFA-MG) e Flamarion Sócrates da Silva (MG).


Gols: Sérgio Manoel aos 28'/1°, Lúcio aos 15'/2°, Léo Jaime aos 24'/2° e Paulinho aos 43'/2°(Bragantino); Marcelo Nicácio aos 18'/2°(Fortaleza/CE).


Cartões Amarelos: Carlinhos, Da Silva, Diego Macedo e Adãozinho (Bragantino); Gilmak, Rogerinho e Cristhian (Fortaleza/CE).

Cartão Vermelho: Rogerinho (Fortaleza/CE).

Renda: R$ 4.765,00.
Público: 418 Pagantes.


Bragantino - Gilvan; Kadu, Carlinhos e Da Silva; Diego Macedo, Adãozinho, Paulinho, Lúcio e Sérgio Manoel (João Paulo 23'/2°); Léo Jaime (Danilo 31'/2°) e Frontini (Beto 38'/1°). Técnico: Marcelo Veiga.

Fortaleza (CE) - Douglas; Marcos Tamadaré (Wanderley - intervalo), Gilmak, Edson e Everaldo; Rocha, Coutinho, Ticão (Marcelo Nicácio - intervalo) e Rogerinho; Marcelo Faria e Saulo (Cristian 30'/2°). Técnico: Roberto Fernandes.

BRAGANTINO GOLEIA FORTALEZA

O Bragantino fez sua parte e venceu o Fortaleza, por 4 a 1, na noite desta sexta-feira, jogando no estádio Nabi Abi Chedid, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com os três pontos, o Braga ganhou duas posições e subiu para o sétimo lugar (ao menos antes do complemento da rodada). No entanto, com 46 pontos, segue a dez pontos do G-4.
Os gols da partida foram assinalados por Sérgio Manoel, aos 28'/1° tempo; Lúcio, aos 16'; Marcelo Nicácio, aos 18'; Léo Jaime, aos 24'; e Paulinho, aos 43'/2° tempo.
A equipe do técnico Marcelo Veiga volta a campo na próxima terça-feira, novamente em casa, quando enfrenta o América de Natal.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO x FORTALEZA-CE

CAMPEONATO BRASILEIRO 2009 - SÉRIE B
32ª RODADA

EQUIPES PROVÉVEIS:

CA BRAGANTINO
Gilvan; Kadu, Carlinhos e Da Silva; Diego Macedo, Adãozinho, Paulinho, Lúcio e João Paulo; Léo Jaime e Frontini. Téc: Marcelo Veiga.

FORTALEZA EC
Douglas; Marcos Tamandaré, Gilmak, Everaldo e Eusébio; Coutinho, Ticão, Leandro e Rogerinho; Wanderley e Marcelo de Faria.
Téc: Roberto Fernandes.

DATA: Nesta sexta-feira, 21 horas, com transmissão pela FM 102 (http://www.fm102.com.br/)

LOCAL: Estádio Nabi Abi Chedid (Marcelão)

ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA), auxiliado por Márcio Eustáquio S. Santiago (MG-FIFA) e Flamarion Sócrates da Silva (MG).

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

NÚMEROS MOSTRAM QUE POSSIBILIDADE DO ACESSO NÃO EXISTE

De acordo com os percentuais estatísticos, o Bragantino antes do início desta próxima rodada não possui chances de ascender a Série A, pois o quarto colocado, Atlético-GO, tem um total de 57% dos pontos disputados e, permanecendo esta média, o quarto colocado precisará somar 65 pontos ao final das 38 rodadas. Sendo assim, somente uma enorme combinação de resultados devolveria ao Massa Bruta o sonho do acesso.
Faltando sete rodadas para o término da competição, o Braga tem 43 pontos e só chegará aos 64 se vencer todos seus jogos restantes (Fortaleza, hoje em casa; América, de Natal, na próxima terça-feira, em casa; Ceará, fora; Paraná, em casa; Figueirense, fora; Brasiliense, em casa; e ABC, de Natal, fora), ou seja, missão quase impossível.

BRAGANTINO DEVE TER APENAS UMA ALTERAÇÃO PARA ENFRENTAR O FORTALEZA

Depois da derrota para a Ponte Preta na última terça-feira, em Campinas, o Bragantino não contou com muito tempo para trabalhar, pois já volta a campo na noite desta sexta-feira, quando recebe o Fortaleza, no Marcelão, às 21 horas, pela 32ª rodada do Brasileiro da Série B.
O elenco se reapresentou ontem, e hoje o técnico Marcelo Veiga encerrou os trabalhos visando o jogo de amanhã.
O zagueiro Robson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deve ser substituído por Da Silva, que deixou o time contra a Ponte Preta também devido a suspensão.
Nas demais posições o time do Bragantino deve ser o mesmo das duas últimas apresentações com: Gilvan; Kadu, Carlinhos e Da Silva; Diego Macedo, Adãozinho, Paulinho, Lúcio e João Paulo; Léo Jaime e Frontini.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

PRESIDENTE DO BRAGANTINO CONFIRMA INÍCIO DO PAULISTÃO PARA 16 DE JANEIRO


Após o jogo desta terça-feira, em Campinas, contra a Ponte Preta, o presidente do Bragantino, Marco Chedid (foto), confirmou em entrevista ao repórter Sérgio Loredo, da Equipe Futebol Total na FM 102, que o Campeonato Paulista do próximo ano terá seu início no dia 16 de janeiro (um sábado) e o Bragantino estréia em seu estádio. O presidente não confirmou o adversário, mas tudo indica que deve ser uma equipe do interior.

Com relação aos chamados 'times grandes' o presidente confirmou que Palmeiras e São Paulo jogarão no Estádio Nabi Abi Chedid (Marcelão), em Bragança.

Este ano o Braga terminou o Paulistão na 10ª colocação o que lhe garante o direito de jogar 10 vezes em casa e nove fora em 2010.

ÁRBITRO MINEIRO DA FINAL DA COPA DO BRASIL, APITA BRAGANTINO x FORTALEZA, NESTA SEXTA-FEIRA NO MARCELÃO

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) indicou através de sorteio a escala de árbitros para os jogos desta sexta-feira e sábado, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O mineiro do quadro da FIFA, Ricardo Marques Ribeiro (foto) vai apitar BRAGANTINO x Fortaleza, sexta (23/10), 21h00, no Marcelão.
Ele será auxiliado por Marcio Eustáquio S. Santiago (também do quadro da FIFA) e Flamarion Sócrates da Silva, ambos também do Estado de Minas Gerais. O quarto árbitro será o penapolense Flávio Rodrigues Guerra.
Ricardo Marques Ribeiro ganhou uma projeção evidenciada nos últimos meses por ter apitado a final da Copa do Brasil, no Estádio do Beira Rio, entre Internacional e Corinthians. Ele tem 30 anos de idade e foi admitido no quadro da FIFA neste ano de 2009.

QUEM É ZÉ BOQUINHA ?

Como jogador
Sua carreira no esporte começou no futebol, atuando no União Barbarense na juventude, somente depois seguiu para o basquetebol.
No basquetebol, jogou no XV de Piracicaba e Corinthians. Zé Boquinha foi integrante da Seleção Brasileira de Basquete principal e universitária. Em 1970 foi campeão Sul-Americano pela seleção, porém seu maior título pelo Brasil foi a medalha de bronze na Universíada de Verão de 1967 em Tóquio, no Japão.
Nos clubes onde competiu foi campeão paulista em 1960 e 1971. Zé Boquinha deixou o basquete em 1974 e seguiu a carreira de treinador.

Na foto Zé Boquinha está ao lado do comentarista da EQUIPE FUTEBOL TOTAL (FM 102) de Bragança Paulista, Sílvio Loredo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, onde acompanhou a derrota do Bragantino para a Ponte Preta, de virada, por 2 a 1

Como treinador
Zé Boquinha dirigiu equipes como Flamengo, Corinthians, Rio Claro, Tênis Clube de Campinas, Unit-Uberlândia e Universo (GO)
Pelo Rio Claro, conquistou uma Copa América (1995), um Sul-Americano (1995), dois títulos Paulistas (1987/1985) e os Jogos Abertos do Interior(1988).
Zé Boquinha foi campeão Carioca pelo Flamengo, Goiano pelo Universo e Mineiro pelo Unit

Desde 2007, Zé Boquinha é comentarista esportivo da TV ESPN Brasil e na Rádio Eldorado/ESPN.

BRAGANTINO PERDE DA PONTE E AGORA VAI PROCURAR ENCERRAR SUA PARTICIPAÇÃO NA SÉRIE B DE FORMA DIGNA

O Bragantino perdeu, de virada por 2 a 1, para a Ponte Preta na noite desta terça-feira, em Campinas e viu as suas possibilidades de ascender a Série A do Campeonato Brasileiro em 2010 ficarem ainda mais remotas.




O time do técnico Marcelo Veiga abriu o marcador aos 21 min. A Ponte errou na saída de bola e Lúcio ficou com a bola. O meio campista serviu João Paulo que, nas proximidades da lateral da área bateu forte, a bola desviou na zagueiro Jean e sobrou para Frontini marcar.
A frente do marcador o Bragantino dominou totalmente as ações e poderia ter ampliado o marcador com Paulinho, aos 33 min, após receber passe de Lúcio. Ele demorou a concluir, quando estava frente a frente com o goleiro Gilson, e a zaga acabou afastando.


O zagueiro Dezinho, com um corte na altura da cabeça, deixou o campo para estancar o sangramento por cinco vezes durante esta etapa. Isso fez com o árbitro determinasse 3 min de acréscimos ao final dos 45 regulamentares. No entanto, ele voltou atrás em sua decisão e determinou mais um minuto de acréscimo, totalizando quatro. Justamente nestes acréscimos, Dede fez a jogada pela direita e cruzou. Robson falhou ao tentar cortar e a bola sobrou livre para Evando, na entrada da área, acertar de sem pulo e marcar um belo gol, aos 48 min.


No segundo tempo, a Ponte continuou pressionando e o Bragantino não conseguiu manter a mesma velocidade para puxar os contra ataques.


Aos 23, Vicente aproveitou-se de um espaço no costado de Diego Macedo, e livre, acertou um belo chute contra o ângulo de Gilvan, que nada pode fazer. Ponte 2 a 1.


Aos 33, Gilvan evitou com os pés o terceiro gol da Macaca. Ele fez a defesa cara a cara com Fabiano Gadelha.


Somente com a entrada de Beto, aos 35 min, o Bragantino voltou a pressionar novamente, e aos 41 min, Gilson fez importante defesa em bola cabeceada por Danilo após cruzamento de Diego Macedo.


Nos acréscimos, Gilvan cobrou falta das proximidades do meio campo (foto acima), levantando a bola para a área da Ponte, Gilson socou a bola parcialmente e, Danilo, da meia lua bateu por cima. Foi a última chance para o Braga empatar a partida.

ZÉ BOQUINHA É O CONVIDADO DA EQUIPE FUTEBOL TOTAL

Nesta última terça-feira, a EQUIPE FUTEBOL TOTAL transmitiu Ponte Preta x Bragantino, direto do Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A narração foi de Fábio Fidelix, as reportagens de Sérgio Loredo, e os comentários de Sílvio Loredo.

A equipe contou durante a transmissão com a participação especial do convidado José Roberto Lux (o Zé Boquinha) (foto), atualmente comentarista esportivo da Rádio Eldorado/ESPN e da TV ESPN Brasil

Zé Boquinha reside em Campinas e atendeu a um convite do colega de rádio e amigo Sérgio Loredo para participar desta transmissão esportiva, o que repercutiu de forma positiva entre os ouvintes da FM 102, de Bragança Paulista, que mais uma vez contou com uma grande audiência.

FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA 2 x 1 BRAGANTINO

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B 2009
31ª RODADA
AA PONTE PRETA 2
Gilson; Dede, Dezinho, Jean e Vicente; Deda, Danilo Portugal, Tinga (André 17’/2°) e Fabiano Gadelha; Evando (Willian Favoni 36’/2°) e Finazzi (Lins 4’/2°). Téc: Wanderley Paiva.
CA BRAGANTINO 1
Gilvan; Kadu, Carlinhos e Robson; Diego Macedo; Adãozinho (Danilo 12’/2°)(foto), Paulinho, Lúcio e João Paulo (Rodrigo Costa 20’/2°); Léo Jaime e Frontini (Beto 35’/2°). Téc: Marcelo Veiga.

LOCAL: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, terça-feira (20/10/2009).
ÁRBITRO: Cleber Wellington Abade, auxiliado por Nilson de Souza Monção e Giovani César Canzian, todos de SP.
GOLS: Frontini (21’/1°), Evando (48’/1°), Vicente (23’/2°).
RENDA: R$ 14.019,00
PÚBLICO: 2111 pagantes.
CARTÕES AMARELOS: Evando (Ponte Preta); Robson (3°), João Paulo, Adãozinho e Carlinhos.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

BRAGANTINO PERDE DE VIRADA, EM CAMPINAS, PARA A PONTE PRETA

Ponte Preta e Bragantino entraram em campo na noite desta terça-feira (foto), confiando nas chances matemáticas de conquistarem o acesso. No final, de virada, a Macaca venceu por 2 a 1, e deixou o Massa Bruta ainda mais distante da disputa, que já era remota mesmo antes mesmo da bola rolar.
O time do técnico Marcelo Veiga também viu ser interrompida uma série de três jogos invictos (empate com Vasco e vitórias contra Vila Nova-GO e Bahia).
Frontini marcou para o Bragantino, aos 21 min, do 1° tempo. Evando empatou aos 48.
Na segunda etapa, Vicente marcou o gol da vitória da Ponte, aos 23 min.

FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA x BRAGANTINO

CAMPEONATO BRASILEIRO 2009 - SÉRIE B
31ª RODADA
Equipes prováveis:

AA PONTE PRETA
Gilson; Dede, Dezinho, Jean e Vicente; Deda, Danilo Portugal, Tinga e Fabiano Gadelha; Evando e Finazzi. Téc: Wanderley Paiva.

CA BRAGANTINO
Gilvan; Kadu, Carlinhos e Robson (Marcelo Godrí); Diego Macedo; Adãozinho, Paulinho, Lúcio e João Paulo; Léo Jaime e Frontini. Téc: Marcelo Veiga.

DATA: Nesta terça-feira, 19h30, com transmissão pela FM 1O2 com a EQUIPE FUTEBOL TOTAL (www.fm102.com.br)

LOCAL: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.
ÁRBITRO: Cleber Wellington Abade, auxiliado por Nilson de Souza Monção e Giovani César Canzian, todos de SP.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

PONTE PRETA x BRAGANTINO É O DUELO DESTA TERÇA-FEIRA

Bragantino e Ponte Preta entram em campo as 19h30, desta terça-feira, para mais um compromisso pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O jogo acontece no Estádio Moisés Lucarelli, o Majestoso, em Campinas, pela 31ª rodada da competição. As duas equipes pregam o mesmo ditado: “A esperança é a última que morre”, em referência ao acesso para a Série A de 2010. Ambos com 43 pontos ganhos, o Bragantino leva a vantagem de ter conquistado uma vitória a mais até aqui (12 contra 11 da Ponte), o que lhe garante a oitava colocação contra a nona da Macaca.
Oito pontos atrás do Figueirense-SC, quarto colocado, além de precisarem tirar esta diferença de pontos, Bragantino e Ponte Preta ainda precisam torcer contra Atlético-GO, Portuguesa e São Caetano, que também estão a frente ocupando da 5ª a 7ª colocação, respectivamente.
De acordo com as probabilidades matemáticas, no momento, as chances de Bragantino e Ponte Preta são de apenas 1% em relação ao acesso. Dos próximos 24 pontos em disputa (faltam oito rodadas), ambos precisariam cerca de 22 pontos, ou seja, nenhum deles pode perder o jogo desta noite, pois o derrotado somaria no máximo 21 pontos na seqüência da competição. No primeiro turno, no Marcelão, Bragantino e Ponte Preta (foto) empataram em 1 a 1, no dia 18 de julho.

ROBSON FOI ABSOLVIDO NO STJD

O técnico Marcelo Veiga ganhou um importante reforço para a partida desta terça-feira, contra a Ponte Preta, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Robson foi absolvido nesta segunda-feira, em julgamento realizado na Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), após decisão por unanimidade.

O zagueiro foi a julgamento, porque na partida contra o Vasco recebeu o cartão vermelho de forma direta “por atingir com um chute na perna direita com uso de força excessiva Fumagalli, durante a disputa da bola”, conforme estava relatado na súmula. Denunciado por jogada violenta – artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o zagueiro correu o risco de pegar até seis partidas de suspensão.
no entanto, o advogado do clube, Dr. Paulo Rubens, alegou que a infração relatada não se enquadrava no artigo 254 do CBJD, pedindo a absolvição do réu ou a desclassificação para um artigo mais brando, sendo atentido com a primeira sugestão.

CLEBER WELLINGTON ABADE APITA PONTE PRETA x BRAGANTINO

A CBF confirmou através de sorteio a escala de árbitros para a rodada desta terça-feira. Ponte Preta x Bragantino, 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, terá a arbitragem de Cléber Wellington Abade (foto), sendo auxiliado por Nilson de Souza Monção e Giovani Cesar Canzian. O quarto árbitro será Rodrigo Ferreira Guarizzo do Amaral.
Na atual temporada, pela CBF, Abade apitou 5 jogos na Série A, sendo o último Barueri x Santo André, dia 07/10; 4 jogos na Série B, sendo o último São Caetano x Guarani, dia 29/09; e um na Série D, Sergipe (SE) x Central (PE), dia 09/08.
Ele também prestou serviços a Liga Bragantina de Futebol no ano de 2005, quando apitou a final do Campeonato Amador, no Estádio Municipal Cícero de Souza Marques, entre Santa Luzia e São Lourenço.
A FM 102 (www.fm102.com.br), com a EQUIPE FUTEBOL TOTAL, transmite o jogo desta terça-feira, direto de Campinas, à partir das 18h00.
A narração será de Fábio Fidelix, as reportagens de Sérgio Loredo, e os comentários de Sílvio Loredo. O Toque de Bola, o Agito Final, e o Intervalo Show de Bola, terão o comando de Paulo Araújo.

domingo, 18 de outubro de 2009

ZAGUEIRO ROBSON SERÁ JULGADO E PODE FICAR DE FORA DO JOGO CONTRA A PONTE PRETA

O zagueiro Robson (foto) será julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do STJD, no Rio de Janeiro, no final da tarde desta segunda-feira. O atleta foi expulso no jogo contra o Vasco da Gama, no último dia 03 de outubro. Denunciado, ele foi incurso no Art. 254 (praticar jogada violenta) do CBJD, o que lhe pode custar uma suspensão de duas a seis partidas.

Sendo assim, dificilmente Robson reunirá condições de enfrentar a Ponte Preta, nesta terça-feira, 19h30, em Campinas.
Robson cumpriu suspensão automática no jogo contra o Vila Nova, em Goiânia-GO, na semana passada, e ficou no banco de reservas contra o Bahia. Coincidentemente, o Bragantino venceu estes dois jogos.
O técnico Marcelo Veiga cogitou escalar Robson contra a Ponte Preta, pois o atual titular da posição, Da Silva, recebeu o terceiro cartão amarelo, mas agora terá que aguardar o resultado deste julgamento.

BRAGANTINO PASSA FÁCIL PELO BAHIA

O Bragantino se aproveitou da má fase do Bahia e venceu por 3 a 0 seu adversário na tarde do último sábado, no Marcelão. O time do técnico Marcelo Veiga começou impondo um ritmo forte, encurralando o Bahia em seu sistema defensivo.
Logo aos 4 min, João Paulo desceu pela esquerda e cruzou no segundo pau. A defesa tricolor falhou, e Diego Macedo não conseguiu dominar. Três minutos depois, Adãozinho cobrou falta na área. Da Silva subiu mais que a retaguarda e, de cabeça, escorou no canto de Marcelo, inaugurando o marcador para o Bragantino.
Aos 9, o ataque do Braga fez uma verdadeira blitz. Em uma sequência de chutes, a defesa se virou para afastar o perigo, e Marcelo chegou a fazer uma bela defesa. Aos 14, Adãozinho cobrou mais uma falta na área, levando perigo ao Bahia, que só criou a sua primeira chance concreta aos 15. Os chuverinhos davam dor de cabeça à defesa do Esquadrão de Aço. Aos 17, Lúcio cobrou infração da intermediária, ninguém apareceu para escorar, e a bola entrou no canto de Marcelo. Braga 2 a 0.
Aos 23, Nadson finalmente recebeu na área, girou, mas finalizou à direita do gol de Gilvan. Com uma boa vantagem, a equipe alvinegra poderia ter saído para o vestiário com uma goleada. Aos 33, Léo Jaime perdeu a chance de marcar o terceiro gol, parando no arqueiro ao tentar o drible. Aos 36, o argentino Frontini ficou no mano a mano com Nen, driblou e chutou forte, para a defesa de Marcelo. O Bahia se comportou como uma presa fácil nos primeiros 45 minutos.

BAHIA VOLTOU MELHOR
O Bahia voltou para o segundo tempo com outra postura. Ananias entrou na vaga de Élton, dando mais movimentação ao meio de campo. Nadson, aos 9 min, recebeu na área e soltou a bomba, assustando o goleiro Gilvan.
Aos 14, Lúcio levantou para a área. João Paulo mergulhou, e Marcelo defendeu, no susto. Aos 22, num contra-ataque, Lúcio abriu com Léo Jaime, na área, que chutou sobre Marcelo, perdendo mais uma chance de ampliar para o Bragantino.
Aos 41, Lúcio fez mais uma bela jogada, em contra ataque, e tocou para Beto. Ele fez o pivô e rolou (foto) para Diego Macedo, que chutou por baixo das pernas de Marcelo, marcando o terceiro gol do Bragantino e dando números finais à partida.