Busca no BLOG

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

BRAGANTINO x NOVORIZONTINO

A final “caipira”

Se de um lado tínhamos uma surpresa chamada C.A. Bragantino, do outro tínhamos outra, chamado G.E. Novorizontino. Bragança Paulista e Novo Horizonte pararam para acompanhar os dois jogos decisivos.

A primeira partida foi realizada no Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, e terminou empatada em 1 a 1. O Bragantino saiu em desvantagem no marcador, e Gil Baiano cobrando falta empatou a partida.

Chegou o tão esperado dia. Domingo, 26 de agosto de 1990. O Estádio Marcelo Stefani recebeu lotação máxima em suas dependências. Em campo um jogo tenso, bem típico de uma decisão. Mais uma vez o Novorizontino saiu na frente do marcador. O zagueiro Fernando marcou de cabeça, aos 23 min da etapa final, após uma cobrança de escanteio. Três minutos depois o Bragantino empatou com Tiba, em jogada individual.
1. Marcelo; 2. Gil Baiano; 3. Júnior; 4. Carlos Augusto; 5. Mauro Silva;
6. Biro Biro; 7. Tiba; 8. Ivair; 9. Mario; 10. Mazinho; 11. João Santos

Com o empate o jogo foi para a prorrogação. Novo empate e o título ficou com o Bragantino devido a melhor campanha ao longo do campeonato.

Ao todo foram 37 jogos, com 18 vitórias, 12 empates e 7 derrotas. O ataque do Braga marcou 43 gols e sua defesa sofreu 20. Os principais artilheiros desta campanha foram Mazinho e Luís Muller, cada um assinalando 9 gols.

Esta inédita conquista está marcada de forma viva na memória do torcedor bragantino.

3 comentários:

  1. Ja que estamos relembrando fatos historicos do bragantino. Vc loredo, sabe me dizer quais são os maiores artilheiros da historia do bragantino?

    ResponderExcluir
  2. OLÁ CARLOS
    NÃO TENHO DADOS DE ÉPOCAS PASSADAS, MAS ESTOU TENTANDO TAL LEVANTAMENTO
    OBRIGADO PELO CONTATO E ACESSOS
    ABRAÇOS
    SÍLVIO LOREDO

    ResponderExcluir
  3. João Santos e o meu professor de futebol láa no Fluminense , pelos visto ele era bom kkk

    ResponderExcluir

Post aqui seu comentário: