Busca no BLOG

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

PRESIDENTE MARCO CHEDID E EMERSON FORAM JULGADOS E ABSOLVIDOS

JULGAMENTO ACONTECEU NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA, NO STJD

O Bragantino esteve na pauta de julgamento na última sexta-feira, dia 24. O departamento jurídico do clube esteve no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para defender o seu presidente, Marco Antônio Assif Abi Chedid, e o jogador Emerson (que já não faz mais parte do clube). O clube acabou recebendo uma boa notícia, pois ambos foram absolvidos em decisões unânimes dos auditores da Quarta Comissão Disciplinar.

A denúncia foi formulada depois que, na partida contra o Paraná, no dia 31 de agosto, o zagueiro Emerson foi expulso após o recebimento do segundo cartão amarelo por ter calçado o jogador adversário, em uma disputa de bola. Desta forma, o zagueiro respondeu ao artigo 250 (praticar ato desleal ou inconveniente durante a partida) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), no qual foi inocentado. Ele poderia pegar gancho de um a três jogos.

Já o presidente do clube, Marco Chedid, foi acusado de invadir o local destinado à equipe de arbitragem no final do jogo contra o América/MG, no último dia 7 de setembro. Segundo informações contidas na súmula, o presidente entrou no vestiário da arbitragem e proferiu as seguintes palavras ao juiz da partida: “Você apita muito, mas hoje não estava em um dia feliz”. O ato se enquadra no artigo 258-B do CBJD e sua pena de suspensão de 15 a 180 dias.