Busca no BLOG

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

SILAS FOI ABSOLVIDO NO STJD

JOGADOR FOI JULGADO POR EXPULSÃO CONTRA O BAHIA

O Bragantino escapou de perder o meia Silas por alguns jogos no Campeonato Brasileiro da Série B. O jogador foi a julgamento na noite desta terça-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), onde era acusado de agredir adversário (artigo 254-A). Mas em decisão por maioria de votos, o jogador acabou suspenso por apenas uma partida, após ter a infração desclassificada para artigo mais brando (250 - ato desleal).

O procurador William Figueiredo, após a análise da imagem da expulsão, passada no plenário, disse que a prova de vídeo corroborava com a súmula, e assim pediu a suspensão por agressão física.

Em seguida, o advogado do Bragantino, Paulo Rubens, disse que seria impossível o jogador agredir o adversário estando de costas para o agressor. Para ele, Silas apenas protegia a bola no momento do lance e foi cutucado pelo adversário.

No momento dos votos, o relator Jonas Lopes acompanhou a tese de defesa e desclassificou a denúncia para o caput do artigo 254 do CBJD, aplicando uma partida de suspensão. O auditor Otacílio Araújo também desclassificou, mas para o artigo 250 (ato desleal) do CBJD, aplicando também um jogo, e sendo acompanhado pelos demais auditores, Francisco de Assis Pessanha Filho e Marcelo Tavares. Por fim, o presidente Paulo Valled Perry desclassificava a infração para jogada violenta, porém, aplicou duas partidas de suspensão, sendo voto vencido.