Busca no BLOG

sábado, 20 de fevereiro de 2010

BRAGANTINO TEM VANTAGEM NO CONFRONTO COM O BOTAFOGO

Historicamente, o Botafogo pode ser considerado um adversário que não se dá bem quando atua em Bragança Paulista. Foram oito confrontos disputados no Marcelão, com seis vitórias do Bragantino, um empate, e uma vitória do time de Ribeirão.
Pela Série A1 são cinco jogos em Bragança com cinco vitórias do Massa Bruta, sendo a última no dia 09 de agosto de 1992, por 2 a 0, com dois gols de Marco Aurélio.
O último confronto entre eles no Marcelão foi em 2006, pela semifinal da Copa FPF e o Braga venceu de virada por 3 a 1, no dia 11 de novembro, com gols de Leandro, Somália e Gileno.


Confira todos os confrontos entre Bragantino x Botafogo:

18/09/1966 - Bragantino 3 x 0 Botafogo (Paulistão) - Gols: Roberto, Luizão e Wilsinho.
17/12/1966 - Botafogo 5 x 1 Bragantino (Paulistão) - Gol: Paraguaio.
12/03/1989 - Botafogo 1 x 1 Bragantino (Paulistão) - Gol: Luiz Müller.
31/01/1990 - Bragantino 1 x 0 Botafogo (Paulistão) - Gol: Mazinho.
14/07/1990 - Bragantino 2 x 1 Botafogo (Paulistão) - Gols: Franklin e Nei.
12/08/1990 - Botafogo 0 x 1 Bragantino (Paulistão) - Gol: Tiba.
28/07/1991 - Botafogo 1 x 1 Bragantino (Paulistão) - Gol: Alberto.
06/10/1991 - Bragantino 1 x 0 Botafogo (Paulistão) - Gol: Nei.
09/08/1992 - Bragantino 2 x 0 Botafogo (Paulistão) - Gols: Marco Aurélio (2).
25/10/1992 - Botafogo 1 x 0 Bragantino (Paulistão)
1998 - Bragantino 1 x 1 Botafogo (Paulista Série A2) -
1999 - Botafogo 2 x 1 Bragantino (Paulista Série A2) -
07/10/2000 - Bragantino 0 x 2 Botafogo (Copa João Havelange)
04/10/2002 - Botafogo 4 x 1 Bragantino (Série B) - Gol: Gil Baiano
25/10/2006 - Botafogo 1 x 2 Bragantino (Copa FPF) - Gols: Bill e Gileno.
29/10/2006 - Bragantino 3 x 1 Bragantino (Copa FPF) - Gols: Leandro, Somália e Gileno.
22/01/2009 – Botafogo 2 x 4 Bragantino (Paulistão) - Gols: Pará (2), Malaquias e Danilo.


Estatística geral no Paulistão:
11 Jogos
07 Vitórias do Bragantino
02 Vitórias do Botafogo
02 Empates


Estádio Marcelo Stefani
05 Jogos
05 Vitórias do Bragantino

BRAGANTINO TEM JOGO DECISIVO COM O BOTAFOGO-SP NESTE DOMINGO

Depois da vexatória e humilhante derrota para o Santos, o Bragantino precisa voltar a vencer no Paulistão 2010 para que a ameaça do rebaixamento não passe a ser uma realidade. A difícil missão será na noite deste domingo, 19h30, no Marcelão, diante do vice-líder da competição, o Botafogo de Ribeirão Preto.
Este será o confronto entre os opostos no que diz respeito ao sistema defensivo. Enquanto o Bragantino tem a defesa mais vazada do campeonato com 22 gols sofridos em nove jogos, o Botafogo sofreu apenas cinco gols e tem a melhor defesa da competição até o momento.
SEM TEMPO PARA TREINAR
Os jogadores do Bragantino se reapresentaram na sexta-feira, no Marcelão e, em seguida já seguiram para a concentração em Atibaia. Neste sábado, o técnico Marcelo Veiga comandaria um treinamento apronto, muito provavelmente no período da tarde, até porque o jogo de amanhã (domingo) será as 19h30.
A principio, o treinador do Braga, que a cada rodada recebe mais críticas por parte dos torcedores e da imprensa da cidade, não terá problemas devido à suspensão para escalar sua equipe. Resta saber, se a exemplo do que ocorrera no jogo contra o Santos, ele não vai inventar alguma ‘surpresa’ de última hora.
A tendência é de que Esquerdinha e Rodriguinho recuperem a condição de titulares. Assim, Giba e Juninho Quixadá devem deixar o time.
A boa notícia em relação ao jogo passado foi a presença do atacante Léo Jaime no banco de reservas.
Com 9 pontos em 9 rodadas, o que dá uma média de um ponto por jogo, o Bragantino ocupa a 12ª colocação, estando apenas um ponto a frente do Mogi Mirim, 17º colocado e primeiro a ocupar a chamada ‘zona da degola’.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

FICHA TÉCNICA: SANTOS 6 x 3 BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
9ª RODADA



SANTOS FC (6)
Felipe; Roberto Brum, Durval, Edu Dracena e Pará; Rodrigo Mancha, Wesley e Paulo Henrique; Neymar (Madson 19’/2°), André (Giovanni 15’/2º) e Robinho (Zé Eduardo 31’/2º). Téc: DORIVAL JÚNIOR.




CA BRAGANTINO (3)
Gilvan; Marcelo Godrí, Maurício e Da Silva; Diego Macedo, Francis (Danilo Gomes 41’/2º), Paulinho, Lúcio (Rodriguinho – intervalo) e Giba (Esquerdinha – intervalo); Juninho Quixadá e Frontini. Téc: MARCELO VEIGA.


LOCAL - Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos, na quinta-feira (18/02).

ÁRBITRO: Leonardo Ferreira Lima, auxiliado por Reinaldo Rodrigues dos Santos e Fábio Aparecido Gomes Ribeiro.

RENDA: R$ 262.850,00
PÚBLICO: 11.794 pagantes.

GOLS: Wesley (23’/1º 1-0), Robinho (28’/1º 2-0), André (40’/1º 3-0); André (1’/2º 4-0), Diego Macedo (8’/2º 1-4), Robinho (12’/2° 5-1), Frontini (28’/2º 2-5), Rodriguinho (39’/2º 3-5), Zé Eduardo (45’/2º 6-3).

CARTÕES AMARELOS: Roberto Brum, Edu Dracena, Neymar e Paulo Henrique (SANTOS); Da Silva, Paulinho, Francis e Juninho Quixadá (BRAGANTINO).

BRAGANTINO É GOLEADO PELO SANTOS NA VILA BELMIRO

Não poderia ser mais comemorado pelo torcedor santista o reencontro de Robinho com a Vila Belmiro. Os quase 12 mil pagantes que compareceram ao estádio na noite desta quinta-feira, foram privilegiados ao acompanhar de perto mais um espetáculo do Santos, que goleou o Bragantino por 6 a 3. Já ao final da primeira etapa o time do técnico Marcelo Veiga perdia por 3 a 0 e já tinha a derrota praticamente sacramentada.
De última hora, Veiga resolveu mudar a escalação do seu time para tentar surpreender o adversário. Ele sacou Esquerdinha e Rodriguinho, escalando Giba e Quixadá. As alterações não surtiram o efeito esperado e, no intervalo, ele foi obrigado a queimar duas substituições para tentar equilibrar as coisas.

O ataque santista, liderado por Robinho e Neymar, deu trabalho nos primeiros minutos, mas quem abriu o placar para o Peixe foi o meia Wesley, em chute de fora da área, aos 23 min, que contou com a colaboração de Gilvan, que caiu atrasado para a bola.
Quatro min depois, Robinho marcou seu segundo gol no Paulistão e o segundo do Peixe na partida. Depois de cobrança de falta pela esquerda, André desviou de cabeça e o camisa 7 completou para o fundo das redes.
Aos 40, o Santos ampliou com o atacante André, que aproveitou lindo passe de Robinho para girar dentro da área em cima do zagueiro Maurício e fazer 3 a 0, fechando o placar da primeira etapa.

CHUVA DE GOLS NA ETAPA FINAL
O Santos voltou para o segundo tempo com a missão de não deixar o Bragantino respirar. Logo no primeiro minuto, Neymar fez linda jogada, tabelou com Robinho quando recebeu um passe de calcanhar e chutou forte para o gol. O arqueiro Gilvan deu rebote e André, oportunista, fez seu segundo no jogo, 4 a 0.
Com a goleada concretizada o Bragantino se lançou ao ataque na tentativa de diminuir o marcador e conseguiu. Aos 8 min, Diego Macedo cobrou falta com perfeição, colocando a bola no canto direito do goleiro Felipe.
Aos 12, Robinho voltou a marcar e foi aplaudido de pé na Vila Belmiro. Ele recebeu o passe quase no meio de campo em cobrança rápida de uma falta, conduziu a bola até o ataque e, ainda fora da área, deu um toque perfeito, que encobriu o goleiro Gilvan, e morreu no fundo das redes.
Aos 28, Quixadá sofreu pênalti de Edu Dracena e Frontini descontou. Neymar e André já não estavam mais em campo sendo poupados por Dorival Júnior. Aos 31, foi a vez de Robinho ser sacado. Sem o chamado trio infernal, o jogo se equilibrou e o Braga marcou mais, com Rodriguinho, aos 39. Ele acertou um belo chute de fora da área, no canto esquerdo do goleiro do Santos.
O Bragantino se entusiasmou, foi ao ataque, e o goleiro Felipe precisou trabalhar muito para evitar que o Massa Bruta chegasse ao quarto gol. No entanto, aos 45 min, em um rápido contra ataque, Paulo Henrique lançou Madson, que ficou na frente de Gilvan e preferiu rolar de lado para Zé Eduardo marcar.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

FICHA TÉCNICA: SANTOS x BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
9ª RODADA

SANTOS FC
Felipe; Roberto Brum, Durval, Edu Dracena e Pará; Rodrigo Mancha, Wesley e Paulo Henrique; Neymar, André e Robinho. Téc: DORIVAL JÚNIOR.

CA BRAGANTINO
Gilvan; Marcelo Godrí, Maurício (Tiago Vieira) e Da Silva; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Lúcio e Esquerdinha; Rodriguinho e Frontini. Téc: MARCELO VEIGA.


HOJE (QUINTA-FEIRA) – 21h00, COM TRANSMISSÃO PELA FM 102,1 (www.fm102.com.br)

LOCAL - Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos.

ÁRBITRO: Leonardo Ferreira Lima, auxiliado por Reinaldo Rodrigues dos Santos e Fábio Aparecido Gomes Ribeiro.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

BRAGANTINO ENCARA O SANTOS NA VILA BELMIRO

O Bragantino volta a campo na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, para enfrentar o badalado time do Santos, líder do Campeonato Paulista e um dos candidatos ao título na temporada. Na 11ª colocação com 9 pontos, o Massa Bruta empatou fora de casa com o Paulista de Jundiaí, na rodada passada, e passou a ingressar o grupo das equipes que disputará o título do interior. No entanto, mesmo estando no meio da tabela de classificação, apenas um ponto separa a equipe da ‘zona do rebaixamento’. Sendo assim, todo cuidado é pouco
Sem nenhum atleta suspenso, o técnico Marcelo Veiga poderá manter a mesma formação que iniciou a última partida. Repetir o mesmo time em duas partidas consecutivas só foi possível nas duas primeiras rodadas. De lá para cá, as suspensões e contusões obrigaram o treinador a constantemente alterar seu time.
No entanto, Veiga ganhou o reforço do zagueiro Maurício que vinha sendo o titular antes da suspensão. Resta saber se o zagueiro retornará a condição de titular ou se vai ser apenas uma opção para o treinador. Maurício vinha jogando na vaga de Tiago Vieira.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

DEFINIDA A ARBITRAGEM PARA SANTOS x BRAGANTINO


Foi divulgada a relação de árbitros para a nona rodada do Paulistão 2010. Santos x Bragantino, quinta-feira, 18, 21 horas, na Vila Belmiro terá a arbitragem de Leonardo Ferreira Lima, sendo auxiliado por Reinaldo Rosdrigues dos Santos e Fábio Aparecido Gomes Ribeiro.

O quarto árbitro será Paulo Roberto de Souza Júnior.

Leonardo, tem 25 anos, e este será o seu terceiro jogo na Série A1 em 2010, anteriormente apitou Ponte Preta 2 x 1 Monte Azul, Ituano 1 x 2 Santo André.

No Paulistão do ano passado, ele apitou BRAGANTINO 5 x 1 Guaratinguetá, no dia 14 de março, no Marcelão.


ALEX AFONSO ESTÁ VOLTANDO AO BRAGANTINO

O atacante Alex Afonso, 28 anos, está acertando seu retorno ao Bragantino, clube que já defendeu no Paulistão de 2006 e 2007. Em 2006, Alex marcou apenas um gol com a camisa do Braga, na derrota por 4 a 1 contra o Corinthians, no Pacaembu.
Já em 2007, a história foi diferente. Ele foi o artilheiro do time com 8 gols marcados e muito importante na campanha que levou a equipe as semifinais da competição.
Depois de deixar o Massa Bruta, Alex Afonso defendeu o Marília (2007), Ituano (2008/2009), Miami (EUA/2008), e o Paraná Clube (2009).
Seus direitos federativos pertenciam ao Desportivo Brasil, clube comandado pela empresa Traffic.
Resta saber o tempo de contrato do atacante com o Bragantino, que pode ser até o final do ano ou até o final deste Paulistão.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

SITE DO BRAGANTINO NÃO TEM MAIS ADÃOZINHO E DANILO BUENO COMO ATLETAS DO ELENCO

De acordo com o site do Bragantino, os atletas Adãozinho e Danilo Bueno não fazem mais parte do elenco do Massa Bruta.
Como já divulgamos anteriormente a situação destes atletas não era realmente boa com o clube nos últimos dias.
Adãozinho concedeu uma entrevista, com exclusividade ao Programa FUTEBOL TOTAL, da FM 102, na última sexta-feira, e confirmou seu desligamento do elenco, afirmando estar decepcionado, principalmente com algumas pessoas de dentro do clube e membros da imprensa da cidade. "Bragança é uma cidade com muitas pessoas invejosas", declarou o atleta. "Pessoas que estão ao lado do presidente, que são remuneradas e não pagam para assistir jogos do Bragantino, acham que podem ficar criticando os outros", desabafou o jogador que está acertando sua transferência para o Penapolense, clube que disputa a Série A3 do Campeonato Paulista.
Já com relação a Danilo Bueno sua relação com o técnico Marcelo Veiga já não era das melhores. O Bragantino estava tentando uma negociação, mas o seu nome já não consta mais na relação de atletas no site oficial do clube, o que nos leva a acreditar que ele também não mais joga pelo Bragantino na temporada.

SISTEMA DEFENSIVO DO BRAGANTINO PREOCUPA

O excessivo número de gols sofridos pelo Bragantino e a maneira como os mesmos vem acontecendo tem preocupado bastante a todos no Massa Bruta. Nos oito jogos disputados até o momento, a equipe sofreu 16 gols, sendo uma das mais vazadas do certame, com uma média de dois gols sofridos por jogo.
Outro detalhe preocupante e que deve ser analisado pelo treinador é o fato do time sempre sair atrás no marcador. Das oito rodadas disputadas, o Bragantino saiu atrás em seis jogos, tendo sempre sofrido gols no início das partidas.
Na única ocasião em que não sofreu gols foi na partida de estréia diante do Oeste de Itápolis, quando o time venceu por 4 a 0.
Confira os jogos que o Bragantino saiu atrás no marcador, sofrendo gols no início das partidas:
2ª rodada, contra o Corinthians (derrota por 2 a 1), gol sofrido a 1 min de jogo.
4ª rodada, contra o Ituano (derrota por 4 a 3), gol sofrido a 13 min de jogo.
5ª rodada, contra o Mogi Mirim (empate em 1 a 1), gol sofrido a 42 segundos de jogo.
6ª rodada, contra o Rio Branco (vitória por 4 a 3), perdia por 2 a 0, gols sofridos aos 7 e 13 min de jogo.
7ª rodada, contra o Palmeiras (derrota por 3 a 2), gol sofrido a 5 min de jogo.
8ª rodada, contra o Paulista (empate em 2 a 2), gol sofrido aos 13 min de jogo.

REAPRESENTAÇÃO DO BRAGANTINO ACONTECEU NESTA SEGUNDA-FEIRA

Depois do empate contra o Paulista, no último sábado, os atletas do Bragantino ganharam o domingo de folga, mas já voltaram ao batente. Na manhã desta segunda-feira, aconteceu a reapresentação do elenco no estádio Nabi Abi Chedid (Marcelão).
O técnico Marcelo Veiga iniciou os trabalhos preparativos visando o difícil e importante jogo da próxima quinta-feira, contra o líder Santos, na Vila Belmiro.
Para este compromisso o treinador do Massa Bruta não tem nenhum problema devido a suspensão, inclusive podendo contar com o zagueiro Maurício, ausente do último jogo, em Jundiaí.
Uma das novidades é o retorno de Léo Jaime, que já esteve relacionado para esta última partida, sendo cortado apenas momentos antes do jogo.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

FICHA TÉCNICA: PAULISTA 2 x 2 BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
8ª RODADA



PAULISTA FC (2)
Felipe Alves; Cleber, Dema, Marcio Santos e Serrano (Max 13’/2º); Willian Rocha, Rai, Emerson (Marquinhos 28’/2º) e Barboza; Felipe Azevedo e Mazola (Felipe Tigrão 36’/2º). Téc: AARÃO ALVES.


CA BRAGANTINO (2)
Gilvan; Marcelo Godrí, Tiago Vieira e Da Silva; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Lúcio (Danilo Gomes 38’/2º) e Esquerdinha; Rodriguinho (Luiz Antonio 20’/2º) e Frontini (Juninho Quixadá – intervalo). Téc: MARCELO VEIGA.


LOCAL: Estádio Dr. Jaime Pinheiro de Ulhoa Cintra, em Jundiaí, no sábado (13/02/2010).
ÁRBITRO: Rodrigo Braghetto, auxiliado por Rafael Ferreira da Silva e Leonardo Ferreira Alves.
RENDA: R$ 22995,00
PÚBLICO: 974 pagantes.
GOLS: Willian Rocha (13’/1º), Marcio Santos, contra (32’/1º). Juninho Quixadá (39’/2°), Willian Rocha (40’/2º).
CARTÕES AMARELOS: Marcio Santos e Mazola (Paulista); Francis e Frontini (CAB).

BRAGANTINO DEIXA A VITÓRIA ESCAPAR NO FINAL DO JOGO EM JUNDIAÍ

O Bragantino esteve próximo de conquistar a primeira vitória fora de casa no Paulistão 2010. Jogando neste sábado, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, o time do técnico Marcelo Veiga mais uma vez começou perdendo, virou o marcador, mas permitiu o gol de empate do adversário nos minutos finais e deixou escapar três importantes pontos dentro da competição. O time passou a ocupar a 10ª colocação, agora com 9 pontos.

Willian Rocha abriu o marcador para o Paulista, aos 13 min, da primeira etapa. Em um lance confuso, Márcio Santos, contra, empatou para o Bragantino, aos 32 min. Depois de uma cobrança de escanteio de Diego Macedo a bola desviou no zagueiro do time de Jundiaí e enganou o goleiro Felipe Alves.

Na etapa final, Juninho Quixadá marcou aos 39 min, mas no minuto seguinte o Paulista empatou, novamente com Willian Rocha, de cabeça.

O sistema defensivo do Bragantino continua falhando demais e, em consequência deste detalhe, melhores resultados não estão aparecendo.