Busca no BLOG

sábado, 20 de março de 2010

DIEGO MACEDO DEVE SER NEGOCIADO ATÉ O FINAL DO PAULISTÃO

O lateral Diego Macedo, um dos principais jogadores do Bragantino no Paulistão 2010, pode estar deixando a equipe nos próximos dias. Suas atuações tem dispertado o interesse de grandes equipes do futebol brasileiro.

Em 2009, após o término do Campeonato Brasileiro da Série B, muito se foi falado a respeito de uma transferência do atleta para o Corinthians ou até mesmo para o São Paulo. No entanto, tais clubes desmentiram e tudo não passou de especulações.

De forma extra oficial, pois o Bragantino não divulgou nada a respeito, duas equipes estão interessadas no atleta e pensam contar com ele o mais rápido possível. São os casos de Goiás e Avaí, ambos ainda disputando a Copa do Brasil.

Em entrevista a Rádio Guarujá, de Florianópolis-SC, o diretor da empresa parceira do Avaí, Luis Alberto, confirmou o interesse no lateral do Braga, mas afirmou que o valor estipulado pelo Massa Bruta está fora dos padrões que a empresa pode dispor.

Não fica descartada também a negociação de parte dos direitos federativos do atleta. Desta forma, o Bragantino mesmo cedendo o jogador ainda teria direito a uma porcentagem no momento que o atleta for renegociado.

FICHA TÉCNICA: SANTO ANDRÉ x BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
15ª RODADA


Equipes prováveis:

EC SANTO ANDRÉ
Julio César; Rômulo, Cesinha, Halisson (Toninho) e Carlinhos; Alê, Gil, Bruno César e Pio (Mariano Torres); Nunes e Rodriguinho. Téc: Sérgio Soares.

CA BRAGANTINO
Gilvan; Marcelo Godri, Gustavo e Murilo Henrique; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Rodriguinho e Amaral; Léo Jaime e Frontini. Téc: Marcelo Veiga.


LOCAL: Estádio Bruno José Daniel, em Santo André, neste sábado (20/03), 19h30, com transmissão da EQUIPE FUTEBOL TOTAL, pela FM 1O2. (www.fm102.com.br/)

ÁRBITRO: Marcelo Rogério, auxiliado por Vicente Romano Neto e David Botelho Barbosa.

JOGOS DA RODADA E CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 19 de março de 2010

JOGADORES 'PENDURADOS' PREOCUPAM COMISSÃO TÉCNICA

O Bragantino tem muitos jogadores ‘pendurados’ com dois cartões amarelos e a preocupação também existe, afinal, no meio da próxima semana o time vai enfrentar o São Paulo, no Marcelão. Estão com dois cartões: o goleiro Gilvan, os laterais Diego Macedo e Esquerdinha, o zagueiro Maurício, os meio campistas Paulinho, Lúcio e Rodriguinho, e os atacantes Juninho Quixadá e Frontini.

O lateral Marcos Vinícius (que não faz mais parte do elenco - transferiu-se para o Fortaleza) e Rodrigo Costa (liberado esta semana pelo departamento médico, mas ainda sem condições físicas para este jogo contra o Santo André), completam a lista dos 'pendurados'.

BRAGANTINO COM MUDANÇAS PARA ENFRENTAR O SANTO ANDRÉ

Até mesmo pelo fato de ter perdido na rodada passada para a Ponte Preta são esperadas algumas mudanças no time do Bragantino. O técnico Marcelo Veiga tem uma dúvida na defesa e outra no meio campo. O zagueiro Murilo Henrique disputa a vaga com Maurício. Marcelo Godrí e Gustavo permanecem como titulares.

No meio campo a dúvida é com relação a Paulinho. Artilheiro do time no Paulistão com 8 gols, ele não treinou durante a semana recuperando-se de um pisão que sofreu no tornozelo no segundo tempo do jogo contra a Ponte. No entanto, o próprio atleta acredita que, mesmo que seja na base do sacrifício, ele deve estar em campo e enfrentar o ‘Ramalhão’.

A principal novidade deve ser a estréia do lateral Amaral. Ele entra no lugar de Esquerdinha que nas últimas partidas não vem atuando bem.

Lúcio mais uma vez deixa a equipe titular, ficando para Rodriguinho a incumbência de armar as jogadas ofensivas do time.

No ataque, a impressão que se tem é de que está existindo um rodízio entre os jogadores, pois a cada jogo o treinador faz a opção por uma dupla diferente. Tudo indica que no confronto de hoje, os titulares serão Léo Jaime e Frontini. Se isso se confirmar, Juninho Quixadá e Alex Afonso ficam como opção.

SANTO ANDRÉ x BRAGANTINO: DUELO DOS OPOSTOS

O Bragantino enfrenta o Santo André na noite deste sábado, 19h30, no estádio Bruno José Daniel, pela 15ª rodada do Paulistão.
O jogo pode ser considerado como o confronto dos opostos. O Massa Bruta luta pela permanência na Série A1, estando na 16ª colocação, apenas dois pontos a frente do Monte Azul, primeira equipe a ocupar a ‘zona do rebaixamento’.
Por outro lado, o Santo André é o atual vice-líder do Paulistão estando atrás apenas do Santos, e muito próximo de se classificar para a fase semifinal da competição.
Jogando fora de casa o Bragantino ainda não venceu na temporada. Foram seis jogos, com três derrotas e três empates. O Santo André como mandante atuou sete vezes, tendo vencido quatro, empatado duas e perdendo apenas uma partida.

quinta-feira, 18 de março de 2010

MARCELO ROGÉRIO APITA SANTO ANDRÉ x BRAGANTINO

A Federação Paulista de Futebol liberou após o sorteio que aconteceu na tarde desta quinta-feira, na sede da entidade, a escala de árbitros para os jogos da 15ª rodada. Santo André x Bragantino, sábado, 19h30, no estádio Bruno José Daniel, em Santo André, terá a arbitragem de Marcelo Rogério. Seus auxiliares serão Vicente Romano Neto e David Botelho Barbosa. O quarto árbitro será Sérgio Ricardo de Oliveira.

ENCONTRADA A SOLUÇÃO PARA A MÁ FASE DO BRAGANTINO


COMENTÁRIO:


O Bragantino vive um mal momento no Paulistão 2010. Não é nada desesperador, mas é preocupante, pois a equipe está dois pontos a frente do Monte Azul, primeira equipe a pertencer o grupo dos prováveis rebaixados.

No entanto, um fato inusitado aconteceu esta semana. Após algumas críticas dirigidas ao treinador Marcelo Veiga, principalmente pelo fato do time ter sido mal escalado e da forma como atuou no primeiro tempo contra a Ponte Preta, no último domingo, a EQUIPE FUTEBOL TOTAL (da qual faço parte como comentarista) e a RÁDIO FM 102 foram escolhidas como "bode espiatórios" de tal situação.

Uma determinação veio ao nosso conhecimento, na noite da última terça-feira, por telefone, através do assessor de imprensa do clube, de que ninguém mais concede entrevistas a nossa equipe. Também estamos "proibidos" de frequentar os treinamentos. Podemos apenas observar a distância.

Nos dias dos jogos, nos foi comunicado que "não devemos" nos dirigir aos atletas, pois os mesmos não irão nos conceder entrevistas e, também "não devemos" participar das entrevistas coletivas.

Ou seja, parece que estão querendo encontrar outros responsáveis pela atual fase do time.

Tenho a consciência muito tranqüila, até porque não escalo o time, não dou treinos, não ensaio jogadas, e não marco e nem sofro gols.
Os verdadeiros responsáveis estão incomodados com as críticas que, diga-se de passagem, sempre foram e continuarão sendo, quando necessárias, meramente profissionais e jamais pessoais.
O velho e bom discurso de que as críticas fazem parte da rotina de trabalho parece não ter vingado desta feita.
Enfim, vamos continuar acompanhando e criticando ou elogiando (como também já fizemos muitas vezes) de acordo com que seja necessário.
E que neste momento de "silêncio" todos reflitam muito sobre o que estão fazendo e os resultados obtidos a frente de cada função.
O torcedor do Bragantino ficará privado, ao menos por enquanto, de ouví-los. Mais uma vez me parece que a atitude tomada não foi a mais sensata, pois afeta diretamente apenas o torcedor do clube.
Vamos aguardar, e que no silêncio de todos o Braga volte a vencer, pois é o que todos na cidade desejam.

terça-feira, 16 de março de 2010

MUITA CONVERSA NA REAPRESENTAÇÃO DO BRAGANTINO

Depois da derrota para a Ponte Preta os jogadores do Bragantino se reapresentaram nesta terça-feira, no Marcelão. A princípio, a comissão técnica optou por uma longa conversa com o grupo. Planos e metas para os últimos cinco jogos do time no Paulistão 2010 foram comentados, além da tentativa de se explicar os constantes erros, principalmente, do sistema defensivo, na maioria dos jogos deste ano.

Os zagueiros Tiago Vieira, Da Silva e Nenê seguem entregues ao departamento médico e devem permanecer de fora do próximo compromisso, sábado, contra o Santo André.

Outra baixa é do meio campo Danilo Bueno. Ele fraturou o braço em treino na semana passada e não deve mais participar da equipe no atual certame. Danilo segue treinando fisicamente, com trabalhos aeróbicos na academia.

DIEGO MACEDO E MAURÍCIO LIBERADOS

Em julgamento realizado na noite desta segunda-feira, na sede da Federação Paulista de Futebol, pelas Comissões Disciplinares do TJD/SP, o lateral Diego Macedo e o zagueiro Maurício, ambos denunciados e incursos no art. 254 (praticar jogada violenta) foram absolvidos.
Desta forma, ambos podem ser escalados pelo treinador Marcelo Veiga no próximo sábado, contra o Santo André, no ABC paulista.
Os dois atletas do Bragantino haviam sido expulsos contra o São Caetano, em jogo realizado dia 03 de março.

segunda-feira, 15 de março de 2010

ESCALAÇÃO ANTECIPADA: ERRO OU ESTRATÉGIA ? PARTE II

COMENTÁRIO CONCLUSIVO


Caros amigos, eu estava enganado. Na semana passada acreditei que o técnico do Bragantino estava tentando despistar seu adversário ao anunciar logo na terça-feira à noite, o time do Braga que entraria em campo, somente no domingo, para enfrentar a Ponte Preta.

Ledo engano...

O time anunciado foi o que começou o jogo...

Mas por outro lado me sinto bastante tranqüilo, pois afirmei não só neste BLOG como também na FM 102, nos programas esportivos com a EQUIPE FUTEBOL TOTAL, que se isso realmente acontecesse as chances do Bragantino no jogo seriam menores, pelo menos ao meu modo de ver. E, infelizmente, não deu outra. Praticamente o Massa Bruta perdeu o jogo de domingo no primeiro tempo.

A presença do zagueiro Murilo Henrique no lugar de Maurício foi uma verdadeira decepção. Gustavo caiu sentado no primeiro gol da Ponte, Marcelo Godrí escorregou e assistiu a Finazzi marcar o segundo gol. Até o ótimo goleiro Gilvan falhou no terceiro gol.

Palmas para Alex Afonso pelo seu esforço e vontade, mas se ele tivesse entrado junto com Léo Jaime e Juninho Quixadá, aos 16 min do 2º tempo, tenho certeza que teria sido mais útil ao time.

Coisas do futebol ? Ou será que coisas previsíeveis e evitáveis se não tivéssemos um treinador tão "teimoso" ? Marcelo Veiga vem insistindo em escalar mal sua equipe. Insistindo em promover substituições incoerentes, como uma espécie de rodízio no time. O atleta que vai bem no jogo anterior tem amplas possibilidades de ir para o banco de reservas no jogo seguinte.

Com estas e mais outras a cada rodada o grupo de jogadores (ou pelo menos alguns deles) fica mais distante de seu comandante. E isso é ruim e preocupante. No momento que mais necessitamos de uma união, estou percebendo que internamente (dentro do campo de jogo) as coisas não vão bem para o Massa Bruta.

Vamos aguardar, torcer e, talvez até "rezar", para que os adversários diretos do Bragantino continuem tropeçando. Caso contrário, infelizmente, pode ser o Braga a 'bola da vez' para carimbar o passaporte de volta a Série A2.


Observem na foto ao lado alguns jogadores que estavam no banco de reservas do Bragantino quando retornavam para a segunda etapa, no jogo contra a Ponte Preta. O último, atrás do goleiro, e cabisbaixo, é o zagueiro Maurício, que perdeu a titularidade nesta partida para Murilo Henrique.

SÚMULA DO ÁRBITRO RELATA POSSÍVEIS INCIDENTES COM O PRESIDENTE DO BRAGANTINO

A súmula do árbtiro Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral no jogo entre Ponte Preta x Bragantino, relata no ítem das ocorrências, fato envolvendo o presidente do Bragantino. Acompanhe na íntegra o que diz a súmula:

"Ao término da partida, quando nos encontrávamos em nosso vestiário, o presidente da equipe C. A. Bragantino sr. Marco Antonio Nassif Abi Chedid, tentou adentrar o vestiário de arbitragem, sendo contido pelos policiais e seguranças do clube mandante, causando o princípio de um pequeno tumulto do lado de fora. Neste momento o delegado da partida e o avaliador de arbitragem, srs. Agnaldo Vieira e Valter José dos Reis respectivamente saíram do vestiário para conversar com o presidente, acalmando-o. O mesmo disse que gostaria de parabenizar a equipe de arbitragem pelo belo trabalho, e assim o fez, porém sem adentrar o vestiário, saindo logo em seguida."

SINAL AMARELO ACESO: BRAGA PERDE DA PONTE PRETA EM CAMPINAS

O Bragantino conheceu sua sexta derrota no Paulistão 2010, na noite deste domingo, em Campinas, perdendo por 4 a 3 para a Ponte Preta. Com o resultado o time do técnico Marcelo Veiga permaneceu com apenas 14 pontos e caiu mais uma posição na tabela de classificação, chegando à incômoda 16ª colocação (apenas uma posição acima dos times que ocupam a ‘zona do rebaixamento’), com dois pontos a mais que o Monte Azul.
Com mais este resultado negativo o Braga chega ao seu quarto jogo sem vencer (dois empates e duas derrotas).

TIME MAL ESCALADO E MAL POSICIONADO EM CAMPO
Mais uma vez os erros do técnico Marcelo Veiga foram fundamentais nesta derrota do Massa Bruta. As modificações na escalação do time não surtiram o resultado esperado e ainda deixaram a equipe desarticulada dentro das quatro linhas. O trio de zagueiros demonstrou um total desentrosamento, o que acabou custando caro. Ao final dos primeiros 45 minutos a Ponte Preta vencia por 3 a 0 e tinha a vitória praticamente assegurada.

REAÇÃO NA SEGUNDA ETAPA
Na etapa final o time reagiu a partir das entradas, principalmente, de Juninho Quixadá e Léo Jaime. Encostou no marcador, chegando a fazer dois gols, sofreu o quarto gol e, no final, marcou mais um, terminando com a derrota por 4 a 3.

As lamentações de todos ao final da partida, mais uma vez, foram as mesmas dos últimos jogos, o que torna a situação preocupante.

FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA 4 x 3 BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
14ª RODADA

AA PONTE PRETA (4)
Eduardo Martini; Marcos Rocha, Diego, Léo Oliveira e Vicente; Deda, Guilherme, Tinga (Manteiga 29’/2º) e Daniel Costa (Renato Gonzalez 21’/2º); Finazzi (Reis 29’/2º) e Otacílio Neto. Téc: SÉRGIO GUEDES.

CA BRAGANTINO (3)
Gilvan; Marcelo Godrí, Murilo Henrique e Gustavo; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Rodriguinho (Frontini 24’/2º) e Esquerdinha; Lúcio (Léo Jaime 16’/2º) e Alex Afonso (Juninho Quixadá 16’/2º). Téc: MARCELO VEIGA.

LOCAL - estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, domingo (14/03).

ÁRBITRO: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, auxiliado por Daniel Luis Marques e Hilton Francisco de Melo.

RENDA: R$ 10.143,00
PÚBLICO: 1937 pagantes.

GOLS: Tinga (12’/1º), Finazzi (43’/1º), Otacílio Neto (45’/1º); Paulinho (25’/2º), Diego Macedo (29’/2º), Léo Oliveira (37’/2º), Paulinho (47’/2º).

CARTÕES AMARELOS: Tinga, Léo Oliveira, Guilherme e Daniel Costa (PONTE PRETA); Murilo Henrique e Marcelo Godrí (BRAGANTINO).

domingo, 14 de março de 2010

FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA x BRAGANTINO

CAMPEONATO PAULISTA 2010 - SÉRIE A1
14ª RODADA
Equipes prováveis:

AA PONTE PRETA
Eduardo Martini; Marcos Rocha, Diego, Léo Oliveira e Vicente; Guilherme, Deda (Galiardo), Tinga e Renato Gonzalez (Danilo Costa); Finazzi e Otacílio Neto. Téc: SÉRGIO GUEDES.

CA BRAGANTINO
Gilvan; Marcelo Godrí, Murilo Henrique (Maurício) e Gustavo; Diego Macedo, Francis, Paulinho, Rodriguinho e Esquerdinha; Lúcio (Juninho Quixadá) e Alex Afonso (Frontini). Téc: MARCELO VEIGA.

NESTE DOMINGO - 19h30, COM TRANSMISSÃO PELA FM 102,1 (www.fm102.com.br)

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.
ÁRBITRO: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, auxiliado por Daniel Luis Marques e Hilton Francisco de Melo.