Busca no BLOG

sábado, 19 de novembro de 2011

FRUSTRAÇÃO, DECEPÇÃO E TRISTEZA...

ESTES FORAM OS SENTIMENTOS DOS MAIS DE 10 MIL TORCEDORES QUE ESTIVERAM NO 'MARCELÃO' NESTE SÁBADO

Aquele que tinha tudo para ser um sábado festivo, desmoronou pelos lados do 'Marcelão'. A inesperada derrota para o modesto, mas aguerrido, ASA de Arapiraca-AL, transformou o sentimento do torcedor de euforia, alegria e entusiasmo, em uma grande decepção.

O Bragantino deixou o G4 e vai enfrentar o Paraná, na última rodada, em Curitiba, não dependendo mais de suas próprias forças para conquistar o acesso. O Sport Recife divide com o Massa Bruta a quarta colocação, mas leva vantagem no saldo de gols.

Para subir, o Braga precisa vencer o Paraná e torcer para que o time pernambucano não vença o rebaixado Vila Nova, no Serra Dourada, em Goiânia-GO. Caso o Sport vença, o Braga necessita da vitória por uma diferença sempre superior a quatro gols em relação ao adversário. Por exemplo: se o Sport vencer o Vila por 1 a 0, o Braga precisa vencer o Paraná por 5 gols de diferença e assim sucessivamente.

Convenhamos, algo pouco provável de se acreditar.

Os erros ao longo da competição e mais recentemente o empate com o Icasa e agora esta derrota para o ASA estão terminando com o sonho do acesso do Massa Bruta.

TREZE ANOS DE ESPERA... E TUDO INDICA QUE FICAREMOS AO MENOS MAIS UM

BRAGANTINO FOI REBAIXADO PARA A SÉRIE B EM 1998

Há treze anos o Bragantino disputava sua última partida no Campeonato Brasileiro da Série A. No dia 12 de novembro daquele ano, já matematicamente rebaixado para a Série B, 388 torcedores acompanharam, no então estádio Marcelo Stefani, o empate em 0 a 0 entre o Braga e o Vitória-BA. O Massa Bruta era comandado por Sérgio Cosme, que substituiu Heron Ferreira durante a competição.

De lá para cá, quanta história...

Em 1999 o time teve três treinadores na Série B: Celso Teixeira, Eli Carlos e Jair Pereira. 22 foram os clubes participantes e o Braga terminou na 12ª colocação.

Em 2000, na Copa João Havelange, Eli Carlos foi o treinador e o Braga não passou da primeira fase. Foram 17 jogos, com duas vitórias, onze empates e quatro derrotas.

Em 2001 o comando na Série B esteve nas mãos de Nei Pandolfo e mais uma vez Jair Pereira. Uma modesta 16ª colocação, com 28 participantes.

Em 2002 o time despencou. Uma parceria mal sucedida com o Vasco custou ao clube a queda para a Série C. Jaílson Guimarães e Ernesto Paulo dirigiram a equipe que terminou o campeonato na última colocação. Guardadas as devidas proporções, o Braga foi uma espécie de "Duque de Caxias" de 2011 em 2002.

Na Série C de 2003, Carlos Rabello quase conseguiu levar o time de volta a Série B. Faltou pouco. O Santo André ficou com a vaga.

Durante três temporadas (2004-2005-2006) o Braga foi um time sem divisão a nível nacional. Não tinha uma vaga assegurada e muito menos como conquistá-la.

Uma vaga para a Série C de 2007 foi conquistada com o vice campeonato da Copa FPF em 2006. Quantos não choraram o título perdido em casa para a Ferroviária de Araraquara, naquele 25 de novembro.

Mas parece até ironia. O choro triste de 2006 se transformou em choro de emoção e felicidade em 2007. O Bragantino voltou a disputar uma competição a nível nacional: a Série C do Campeonato Brasileiro. Roberval Davino e Marcelo Veiga conduziram o Bragantino ao título alcançado no dia 28 de novembro.

Novamente na Série B, Marcelo Veiga comanda a equipe seguidamente nos anos de 2008, 2009, 2010 e agora em 2011. Sempre com muitas dificuldades, principalmente financeiras, o Bragantino conseguiu se manter vivo. A chama jamais se apagou...

Agora, passados 13 anos, e o C.A. Bragantino mais vivo e forte do que nunca estava prestes a retornar a elite do futebol brasileiro... É isso mesmo, digo: estava, pois a derrota para o ASA, neste sábado a tarde, praticamente elimina a equipe da briga pelo acesso.

Somente um milagre colocará o Braga na Série A de 2012. Vamos aguardar.

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO x ASA-AL

CAMPEONATO BRASILEIRO 2011 - SÉRIE B
PENÚLTIMA RODADA

Equipes prováveis:

BRAGANTINO
Gilvan;
Júnior Lopes, André Astorga e Luis Henrique;
Léo Jaime, Felipe, Esley, Romarinho e Marcinho;
Luis Mário e Lincom.
Téc.: Marcelo Veiga.

ASA
Gilson;
Leandro Cardoso, Di Fábio e Thiago Alves;
Sérgio Bueno, Cal, Jorginho, Raul e Chiquinho Baiano;
Alexsandro e Reinaldo Alagoano.
Téc.: Vica.

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (ASP. FIFA-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (ASP. FIFA-GO) e Nadine Schram Camara Bastos (ASP. FIFA-GO).

Local: Estádio Nabi Abi Chedid (Marcelão), neste sábado (19/11), 17h00

A EQUIPE FUTEBOL TOTAL na FM 102
transmite o jogo a partir das 15 horas.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

EXPECTATIVA DE CASA CHEIA PARA BRAGANTINO x ASA-AL

FORAM COLOCADOS 13 MIL INGRESSOS À VENDA

A movimentação do torcedor do Bragantino é muito grande e a expectativa maior ainda para a partida deste sábado, 17 horas, contra o ASA-AL, no Marcelão, pela penúltima rodada do Brasileiro da Série B.

No jogo contra o Goiás o torcedor festejou
bastante pelas ruas ao redor do estádio
FOTO: Sílvio Loredo
Desde que foi rebaixado do Campeonato Brasileiro da Série A em 1998, o Bragantino nunca esteve tão próximo do retorno, como na atual temporada. Em quarto lugar na classificação, caso o campeonato terminasse hoje, o Massa Bruta estaria de volta a elite do futebol brasileiro.

Restando duas rodadas, o Braga depende apenas de si, ou seja, de mais duas vitórias, uma neste sábado contra o ASA-AL e outra na próxima semana diante do Paraná, em Curitiba.

No entanto, uma combinação de resultados pode garantir o acesso do time com mais quatro ou até três pontos. Por exemplo: vencendo o ASA-AL, o Vitória-BA perdendo para o São Caetano e o Sport empatando ou perdendo para o Paraná, o Bragantino pode comemorar com uma rodada de antecipação seu retorno a Série A.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

BRAGANTINO x ASA-AL: JOGO DE POUCA HISTÓRIA

FORAM APENAS 3 CONFRONTOS E OS ALAGOANOS LEVAM VANTAGEM

Lance da partida do 1º turno, em Arapiraca, quando
o ASA venceu por 2 a 1.
FOTO: Internet / clickarapiraca
Bragantino e ASA-AL se enfrentaram apenas três vezes na história do confronto. Duas vezes no ano passado e uma no primeiro turno deste ano. O time alagoano leva vantagem tendo vencido os dois jogos realizados em Arapiraca-AL, um no ano passado e outro este ano.

Em Bragança foi realizado o primeiro confronto, quando o Massa Bruta venceu por 2 a 1.

Confira os confrontos:




BRAGANTINO x ASA-AL

Vitórias
Empates
Gols Marcados
Bragantino
01

-
03
ASA-AL
02
05

15/05/2010 – Bragantino 2 x 1 ASA-AL (Série B) - Gols: Emerson e Alex Afonso (BRA); Everaldo (contra) (ASA).
10/09/2010 – ASA-AL 2 x 0 Bragantino (Série B) - Gols: Marcio e Clayton (ASA).
20/08/2011 – ASA-AL 2 x 1 Bragantino (Série B) – Gols: Raul, Alexsandro (ASA); Romarinho (BRA).

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

BRAGANTINO JÁ ESTÁ CONCENTRADO

PENSAMENTO DE TODOS É UM SÓ: VENCER O ASA E SEGUIR NO G4

Depois de um treino coletivo realizado na tarde desta quarta-feira, no Marcelão, os jogadores do Bragantino foram dispensados e, após o jantar, seguiram para a concentração em Atibaia.

Para esta quinta-feira esta programado um treino no período da tarde, que deve ser realizado aqui mesmo em Bragança.

No clube, o pensamento de todos é estar bem focado no jogo deste sábado, contra o ASA-AL, sempre respeitando o adversário, que está ameaçado pelo rebaixamento, mas ciente de que somente a vitória manterá a equipe no G4 e dependendo apenas de si para conquistar o acesso.

No treino desta quarta-feira, Marcelo Veiga não pode contar com alguns de seus atletas considerados titulares, mas que devem estar em campo, mesmo na base do sacrifício, no próximo sábado. São os casos do zagueiro Júnior Lopes (com problemas no pé), do meio campo Esley (com dores musculares), do atacante e artilheiro Lincom (com problemas no joelho) e do atacante Otacílio Neto (com suspeitas de hérnia de disco).

ÁRBITRO GOIANO APITA BRAGANTINO x ASA-AL

ANDRÉ LUIZ DE FREITAS CASTRO VAI COMANDAR A PARTIDA

André Luiz de Freitas Castro apita
Bragantino x ASA-AL
FOTO: Internet
A CBF divulgou a escala de árbitros para a penúltima rodada do Brasileiro da Série B. Bragantino x ASA-AL terá a arbitragem de André Luiz de Freitas Castro (ASP. FIFA-GO), sendo auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (ASP. FIFA-GO) e Nadine Schram Camara Bastos (ASP. FIFA-GO).

O quarto árbitro será o penapolense Flávio Rodrigues Guerra, pertencente ao quadro de árbitro da Federação Paulista de Futebol.

André Luiz tem 37 anos, natural de Orizona-GO, é professor de Educação Física.

Formou-se árbitro pela Federação Goiana, em 2000, ingressando na CBF em 2005. Considerado melhor árbitro do estado por seis anos consecutivos (2005, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010). No período de 2007 a 2010 atingiu 53 jogos, sendo 7 na Copa do Brasil, 22 na Série A, 16 na Série B, 6 na Série C e 2 na Série D. O ano de 2011 pode ser sua última oportunidade de chegar ao quadro internacional.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

JOGADORES DO BRAGANTINO SE REAPRESENTAM PARA MAIS UMA SEMANA DECISIVA

TRABALHOS VISAM JOGO CONTRA O ASA-AL, NO PRÓXIMO SÁBADO

Depois da bela exibição e da vitória conquistada frente ao Goiás por 4 a 0, no último sábado, os jogadores do Bragantino ganharam o domingo de folga e nesta segunda-feira se reapresentaram e iniciaram os trabalhos visando mais uma decisão no próximo sábado, dia 19, novamente em casa, contra o ASA-AL.

Os jogadores considerados titulares realizaram um trabalho regenerativo e a partir desta terça-feira iniciam os trabalhos com bola.

Para o jogo contra o ASA-AL, o time do técnico Marcelo Veiga não sofreu nenhuma baixa por problema de suspensão. Resta saber, ao longo da semana, do ponto de vista físico e médico com quem o treinador poderá contar para este póximo importante e decisivo compromisso. 

domingo, 13 de novembro de 2011

BRAGANTINO EM TARDE INSPIRADA: DOIS VIRA, ACABA QUATRO...

MASSA BRUTA NÃO DEU CHANCES AO GOIÁS

Romarinho comemora gol contra o Goiás
FOTO: Globoesporte.com / internet
Luis Moura
O estádio Nabi Abi Chedid presenciou na tarde deste sábado uma das melhores atuações do Bragantino na temporada. Todos entenderam o recado sobre a importância da partida e o 'espírito' de decisão tomou conta dos presentes. Desde o menor torcedor até mesmo ao roupeiro do clube, o comentário não era outro: o Braga vai vencer o Goiás. E não deu outra.

A bola nem bem começou a rolar e o Massa Bruta já foi logo marcando. Após um contra ataque puxado por Luís Mário, Romarinho aproveitou o cruzamento do meia, dominou a bola e balançou as redes de Harlei. Tínhamos jogado 1m30 seg.

Aos 20 min o Braga ampliou. A jogada toda começou com um festival de dribles de Romarinho pelo lado esquerdo de ataque do time. Marcinho ficou com a sobra, passou por Marcelo Costa, com categoria, e cruzou, Lincom arrumou, Léo Jaime tentou bater e a bola ficou com Luis Mário, que deu um drible curto no marcador e bateu forte no canto esquerdo baixo de Harlei. Braga 2 a 0.

Amaral, meio campo do Goiás, foi expulso no final da primeira etapa e isso dificultou ainda mais a vida do time esmeraldino. Aos 20 min Deyvid Sacconi, que entrou aos 17, marcou um belo gol. Ele recebeu a bola de um arremesso lateral de Marcinho, deixou Carlos Alberto para trás, passou entre Ernando e Thiago Mendes, invadiu a área e já nas proximidades da pequena área, bateu na saída de Harlei: 3 a 0.

Nesta altura da partida a vitória estava consolidada, mas estava falando algo. O que? O gol de Lincom, e ele aconteceu aos 24 min. Sacconi, Lincom e Romarinho fizeram a triangulação e o artilheiro contou com a falha do zagueiro Marcão. Livre, ele bateu com categoria na saída de Harlei, que ainda tocou com a perna na bola, mas por cobertura ela foi morrer dentro do gol, para o delírio do torcedor presente no estádio. Bragantino 4 a 0 e foi só.... Só???

VEJA OS GOLS DA GOLEADA DO BRAGANTINO: