Busca no BLOG

sábado, 14 de julho de 2012

BRAGANTINO E GUARANI NÃO SAEM DO 0 A 0

PIOR PARA OS DOIS QUE SEGUEM NA PARTE DE BAIXO DA TABELA DE CLASSIFICAÇÃO

Giancarlo esteve muito longe da área
e não conseguiu levar perigo a defesa adversária
FOTO: Sílvio Loredo
Bragantino e Guarani fizeram na tarde deste sábado uma partida que reflete bem a fraca campanha de ambos na Série B do Campeonato Brasileiro. Com poucas chances de gol e com pouquíssima criatividade o resultado não poderia ter sido outro a não ser o de empate. E o pior, em 0 a 0, frsutrando os pouco mais de 1000 torcedores que compareceram no estádio Nabi Abi Chedid.

O Bragantino completou o quarto jogo seguido sem vitória, mesmo assim o ponto somado serbiu para a equipe deixar a 'zona do rebaixamento', que passou a ser ocupada pelo ABC-RN.

Ao longo da partida os dois times priorizaram a marcação e os lances de gol foram raros, como o desperdiçado por Léo Jaime aos 17 min da primeira etapa. Ele recebeu o lançamento do estreante Léo e saiu na cara de Emerson, goleiro do Bugre, mas acabou finalizando em cima do goleiro.

Aos 27 min, Léo Jaime arrancou pela direita e deixou Neto para trás na velocidade e puxado pela camisa pelo zagueiro, desde fora até o interior da grande área. O árbitro nada assinalou e o zagueiro ficou com a bola.

O último momento de perigo da etapa inicial foi aos 41 minutos, quando Acleisson arriscou de longe, após tabela com Giancarlo. Apesar de fraco, o chute deu trabalho para Emerson. Com a visão encoberta por André Leone, o goleiro teve dificuldade para defender.
Andrezinho toca no bola em disputa com Chiquinho
FOTO: Sílvio Loredo
Quem esperava algo diferente na segunda etapa, se enganou. A tônica continuava o equilíbrio e a marcação. De diferente, a postura dos times. Se não dava na técnica, foi na raça mesmo que as equipes partiram em busca do gol. Aos 14 minutos, o Bugre quase marcou. Ademir Sopa chutou, a bola quicou no gramado, e Alê não conseguiu segurar. O goleiro espalmou, e a bola ainda bateu no travessão.

O Guarani também arriscou pelo alto. Bruno Recife cruzou da esquerda, Schwenck subiu sozinho e testou para o chão. Bem posicionado, Alê defendeu.
O Bragantino ainda teve, mais um vez, um jogador expulso. Acleisson recebeu o segundo cartão amarelo aos 41 min.

Na próxima terça-feira, 17, o Bragantino enfrenta o Grêmio Barueri, fora de casa, 21h50.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post aqui seu comentário: