Busca no BLOG

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

CONHECENDO MAIS DE MAZOLA JÚNIOR

UM POUCO DA TRAJETÓRIA DO NOVO COMANDANTE DO BRAGANTINO

Uiles Geraldo Gonçalves de Freitas Júnior, o Mazola Júnior, novo técnico do Bragantino, é natural de Campinas. Nasceu no dia 28 de fevereiro de 1965. Atualmente está com 47 anos. Parte de sua vida é dedicada ao futebol, pois desde os 10 anos de idade está no meio.
 
José Altafini, Mazzola
FOTO: Internet/Google
Mazola Júnior
FOTO: Internet/Google
Dos 10 aos 18 anos defendeu as categorias de base da Ponte Preta, onde ganhou o apelido de Mazola. Um de seus treinadores da época dizia que o jovem se parecia com o atacante Altafini, o Mazola, que foi campeão mundial pela Seleção Brasileira em 1958.
 
Como atleta ainda atuou em categorias de base do São Paulo e na Itália. Já como profissional atupou pelo Marcílio Dias (SC), Operário (MT), Rio Branco (SP) e seis temporadas em Portugal. Uma lesão grave no joelho o obrigou a encerrar a carreira aos 28 anos.
 
Em 1996 passou a trabalhar como auxiliar técnico, trabalhando nas categorias de base da Ponte Preta. No ano seguinte afastou-se dos gramados. Em 2002 aceitou o convite para trabalhar com Marco Aurélio Moreira no Cruzeiro (MG), também como auxiliar técnico. Marco Aurélio é pai de um de seus auxiliares atualmente, Felipe Moreira.
 
Em 2003 seguiu com Marco Aurélio para o Japão, onde comandaram o Kashiwa Reysol. Em seguida, no mesmo ano, optou por seguir a carreira de treinador. Trabalhou em Portugal até 2005, quando retornou ao Brasil e voltou a ocupar o cargo de auxiliar técnico no Atlético Mineiro
 
Em 2006 retornou ao cargo de treinador e mais uma vez foi para Portugal, onde permaneceu até o final de 2008.
 
No segundo semestre de 2009 assumiu o Ituano (SP) como treinador e de lá para cá não deixou mais a função. Em Itu ficou até o final do Paulistão de 2010. Em 2011 assumiu o Sub 20 do Sport Recife (PE), mas foi convidado alguns meses depois a assumir o time profissional onde ficou até o meio de 2012. No segundo semestre deste mesmo ano assumiu o Ipatinga (MG) e dirigiu a equipe em sete jogos do Brasileiro da Série B.