Busca no BLOG

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

ÁRBITRO RAPHAEL CLAUS TEM ERRO CAPITAL

JOGADORES E  COMISSÃO TÉCNICA DEIXAM O CAMPO REVOLTADOS

A diferença técnica entre os chamados 'times grandes' e os times do interior vem sendo notória nas últimas edições do Campeonato Paulista. No entanto, um outro agravante vem contribuindo ainda mais para consolidar tal diferença: a arbitragem.
Claus complicou sua arbitragem, principalmente,
no final da partida, quando não manteve seus critérios
FOTO: Google/Internet
 
No jogo Bragantino 2 x 2 Santos, o árbitro Raphael Clauss não teve os mesmos critérios em alguns lances que podem ser considerados capitais em uma partida de futebol.
 
Durante toda a primeira etapa evitou mostrar os cartões amarelos quando atletas do Santos estavam envolvidos, como em uma falta cometida por Montillo em Malaquias. No entanto, não teve dúvidas em mostrar o cartão para Carlinhos, já no final da primeira etapa, por uma falta cometida sobre Neymar.
 
Na etapa final, quando mostrou o cartão para Montillo, teria sido o segundo se ele tivesse aplicado a regra de jogo no primeiro tempo.
 
Aplicou o cartão amarelo a Renê Júnior e no lance seguinte o camisa 7 do Santos cometeu outra falta similar a primeira e ele não o advertiu, proporcionando a chance do técnico Muricy Ramalho efetuar a substituição do atleta.
 
Já no final, deixou de marcar falta do zagueiro Neto em Lincon, na entrada da grande área, em lance que pode ser interpretado como chance clara de gol. Além da falta, o zagueiro do Santos deveria ter sido expulso.
 
No último lance da partida não titubeou em marcar falta penal do zagueiro Kadu no atacante Miralles.