Busca no BLOG

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

08/01/2014: 86 ANOS DO CA BRAGANTINO - PARTE 03

1990-1991: OS ANOS DE OURO


O nome do Bragantino começou ganhar repercussão nacional no final da década de 80. Em 1988, sob a presidência de Jesus Chedid, o time conquistou a divisão de acesso do campeonato paulista e depois de 23 anos retornou a elite do futebol de São Paulo.

Em 1989, sob o comando do então desconhecido Vanderlei Luxemburgo, conquistou seu primeiro título nacional em sua primeira participação: Campeão Brasileiro da Série B e o direito de disputar o Brasileirão no ano seguinte.

O ano de 1990 foi marcante. O título de campeão paulista na chamada 'final caipira' diante do Novorizontino e a oitava colocação no Brasileiro coroaram o ano.
Luis Carlos Prima (preparador físico), Gil Baiano, Júnior,
Biro Biro, Carlos Augusto, Mauro Silva e Marcelo.
Ivair, Tiba, Mário, Mazinho e João Santos.

Em 1991, no primeiro semestre o Bragantino sagrou-se vice-campeão brasileiro, em sua segunda participação nesta competição. A decisão foi contra o São Paulo e o último e decisivo jogo no dia 9 de junho aconteceu no estádio Marcelo Stefani.

Pouco mais de um mês e o Braga conquistou o título de campeão do Torneio Início do Campeonato Paulista vencendo o Botafogo de Ribeirão Preto, nos pênaltis, por 3 a 2, no Pacaembu, em São Paulo, no dia 20 de julho.

A base do Bragantino nos anos de 90 e 91 chegou a servir a seleção brasileira, casos de Gil Baiano, Mauro Silva, Mazinho, Alberto, João Santos e Sílvio, além do técnico Carlos Alberto Parreira que, mais tarde, sagraria-se campeão mundial nos EUA, juntamente com o volante Mauro Silva, que transferiu-se para o La Coruña, da Espanha.