Busca no BLOG

quarta-feira, 29 de junho de 2016

BRAGANTINO E CEARÁ FICAM NO 1 A 1, NA REESTREIA DE MARCELO VEIGA

COM O EMPATE O MASSA BRUTA NÃO DEIXA A ZONA DO REBAIXAMENTO E CHEGA HÁ SEIS PARTIDAS SEM VENCER NA SÉRIE B. A ÚLTIMA VITÓRIA FOI CONTRA O AVAÍ, NA 7ª RODADA

A principal novidade do Bragantino, antes da bola rolar, esteve fora das quatro linhas. Apresentado na tarde de terça-feira, o técnico Marcelo Veiga fez questão de comandar a equipe, no banco de reservas, contra o Ceará, pela 13ª rodada da Série B do Brasileiro. A reestreia do treinador em sua quinta passagem pelo clube que o projetou para o futebol foi com empate, 1 a 1, contra o Ceará.

LANCE ENTRE BRAGANTINO x CEARÁ
FOTO: Sílvio Loredo
Mesmo afirmando após a partida que seu acerto com o Bragantino se deu na própria terça-feira, desde o final de semana passado, com o seu pedido de demissão junto ao Remo, Marcelo já havia acertado seu retorno ao Massa Bruta. Tanto que, Alberto, que havia sido cogitado para dirigir a equipe, interinamente, sequer comandou o treino final na segunda-feira.

PRIMEIRO TEMPO 'MORNO'
Apesar de dois gols o primeiro tempo de Bragantino e Ceará não foi dos melhores. O Braga saiu na frente logo aos 11 min. Após cobrança de escanteio, Bruno Pacheco recebeu a bola e fez o cruzamento. Gabriel Dias subiu no costado de Valdo e antecipando-se a Bill, marcou de cabeça.

O Ceará empatou aos 23. Wescley cruzou a bola para a área e na disputa entre Bill e Renan Diniz, o zagueiro desviou contra seu próprio gol.

BRAGA MELHOR NA SEGUNDA ETAPA
O Bragantino voltou para o segundo tempo mais agrupado e criou as melhores chances para marcar. Marcelo Veiga sacou Claudinho e colocou Renato Sorriso em seu lugar.

Os erros de finalização mais uma predominaram o que impossibilitou a alteração no marcador. Watson teve três oportunidades. A primeira delas cara a cara com Éverson, mas o atacante bateu para fora. Nas outras duas, o goleiro do Ceará fez grande defesa.

A última chance do Massa Bruta foi com Alemão, que substituiu Guilherme Andrade, contundido, no decorrer da partida. O lateral invadiu a área, deu um corte no seu marcador e, de perna esquerda, finalizou em cima do goleiro do Ceará, no canto esquerdo, sendo que o lado oposto estava totalmente aberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post aqui seu comentário: