Busca no BLOG

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

BRAGANTINO SOFRE SUA TERCEIRA DERROTA CONSECUTIVA

A CADA RODADA EQUIPE VAI SE COMPLICANDO MAIS. A DIFERENÇA PARA O PRIMEIRO TIME FORA DA ZONA DO REBAIXAMENTO SE MANTEVE EM QUATRO PONTOS

ZAGUEIRO EDNEI NA FRENTE DO ATACANTE LEANDRO CEARENSE
FOTO: Fernando Torres/Paysandu
O drama vivenciado pelo Bragantino dentro do Campeonato Brasileiro da Série B parece não ter fim. Na noite desta segunda-feira a equipe perdeu mais uma e desta feita por goleada, por 3 a 0, para o Paysandu, fora de casa.

Com o resultado (a terceira derrota consecutiva e a oitava no campeonato sob o comando de Marcelo Veiga), a diferença de pontos para o primeiro time fora do Z4 se manteve em quatro pontos. O Oeste-SP é o 16º colocado.

A derrota na segunda-feira foi a décima quarta na competição (maior número de derrotas ao lado do Sampaio Corrêa-MA). Com os três gols sofridos a defesa do Massa Bruta também passou a ser a segunda mais vazada, com 36 gols sofridos em 27 jogos.

No próximo sábado, o Braga recebe o CRB-AL, no Nabi Chedid, 16 horas.

PRIMEIRO TEMPO MORNO
O excessivo número de passes errados e a falta de qualidade técnica marcaram o primeiro tempo de Paysandu e Bragantino, que terminou sem a abertura do marcador. Foram duas chances de gol, uma para cada lado, com a do Bragantino sendo muito clara. Léo Jaime mandou a bola para a área, o zagueiro Fernando Lombardi não alcançou e Grampola bateu com o tornozelo na bola, mandando-a pela linha de fundo.

O Paysandu assustou em uma cobrança de falta de Rafael Costa, onde a bola passou muito perto da trave de Felipe.

SEGUNDO TEMPO DE UM TIME SÓ
A segunda etapa foi toda do Paysandu. Em 15 minutos o time marcou duas vezes e não deu chances ao Bragantino que, mais uma vez, não mostrou poder de reação e equilíbrio emocional dentro da partida, além da falta de qualidade técnica e tática.

Aos 5 min, Jhonnatan recebeu a bola dentro da área e cruzou para Jobinho, livre, marcar. Dez minutos depois, Ednei errou e perdeu a bola nas proximidades do meio campo. Leandro Cearense aproveitou, ganhou em velocidade e na saída de Felipe, com um leve toque, marcou o segundo.

O terceiro gol foi o mais bonito da noite. Aos 40 min, Mailson cruzou, Tiago Luís ajeitou de peito e Jhonnatan bateu de primeira.