Busca no BLOG

sábado, 22 de outubro de 2016

MAIS UMA DERROTA: DESTA VEZ PARA O CEARÁ

DERROTA MANTEVE O TIME NO Z4, AUMENTOU A DIFERENÇA PARA O OESTE PARA QUATRO PONTOS E O DEIXOU AINDA MAIS PERTO DA SÉRIE C

FELIPE MENEZES MARCA O PRIMEIRO GOL DO CEARÁ,
COM UM LEVE TOQUE TIRANDO A BOLA DO ALCANCE
DO GOLEIRO RENAN ROCHA
FOTO: 
Christian Alekson / CearaSC.com
Quem esperava pela segunda vitória consecutiva do Bragantino nesta sexta-feira, diante do Ceará, se frustrou. O time do técnico Marcelo Veiga voltou a apresentar um futebol de pouca qualidade e acabou sendo derrotado por 2 a 0, na Arena Castelão.

O resultado não só manteve a equipe na zona do rebaixamento, como também aumentou a diferença para o Oeste, primeiro time fora do Z4, para quatro pontos, o que torna impossível de se tirar apenas no confronto direto com a equipe de Itápolis, que acontece na rodada 34.

Antes, porém, na próxima rodada o Massa Bruta encara o Paraná, em Curitiba, enquanto o Oeste recebe o Luverdense-MT, na terça-feira.

CEARÁ VENCEU COM TRANQUILIDADE
O Bragantino não demonstrou nenhuma qualidade para ao menos conseguir um ponto no jogo contra o Ceará. Enquanto a partida estava 0 a 0, o time ainda teve alguns momentos de lucidez, como em uma tentativa de Claudinho, da intermediária, tentando encobrir o goleiro Éverson.

Aos 20 min, o Ceará abriu o marcador. Felipe Menezes recebeu lançamento de Felipe, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Renan Rocha para abrir o placar para o time da casa.

Doze minutos depois, Felipe deu nova assistência, desta vez para Lelê completar e ampliar o marcador. O Bragantino não conseguiu reagir e só não foi para o intervalo perdendo por um placar ainda maior porque Bill desperdiçou uma cobrança de pênalti aos 41 min, isolando a bola para longe do gol.

Com o placar favorável e sem ser incomodado pelo Bragantino, que parecia até satisfeito por perder de pouco, o jogo caiu muito de ritmo na etapa final. O Ceará administrou a posse de bola.

Em noite pouco inspirada, o ex-atacante do Braga, Bill, desperdiçou ao menos mais duas boas chances nesta segunda etapa.