Busca no BLOG

sábado, 12 de março de 2016

BRAGANTINO EMPATA COM O SÃO CAETANO E SEGUE NA LIDERANÇA

DERROTA DO MIRASSOL BENEFICIOU O MASSA BRUTA

Bragantino e São Caetano fizeram uma partida bem equilibrada e que terminou empatada em 0 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Com o resultado o Braga se manteve na primeira colocação, pois o Mirassol, que poderia ultrapassá-lo, foi derrotado pelo Santo André.

Lance de São Caetano 0 x 0 Bragantino. Serginho na marcação
do meio campista do 'Azulão'
FOTO: Divulgação
Durante os 90 minutos o que se pode notar foi que as equipes se alternaram em relação ao domínio da partida.

As principais chances de gol aconteceram na segunda etapa. A primeira delas com o atacante Jô, de cabeça, contando com uma grande defesa de Felipe, que mandou a bola para escanteio.

No ataque seguinte, o 'Azulão' chegou a marcar, mas o lance foi impugnado, sendo assinalado impedimento.

A trave salvou o São Caetano em um chute forte de Alemão. Ele fez a passagem no costado da zaga, recebeu o passe de Erick e bateu. A bola explodiu no poste esquerdo de Renan Rocha.

Faltando apenas seis rodadas para o término da primeira fase da competição, o Bragantino volta a campo na próxima terça-feira, 19h30, quando recebe o Votuporanguense, no estádio Nabi Chedid.

Ficha técnica: 

SÃO CAETANO 0 x 0 BRAGANTINO

Campeonato Paulista 2016 - Série A2 - 13ª rodada

São Caetano: Renan Rocha; Léo Pereira (Paulinho Santos), Eduardo Luiz, Sandoval e Bruno Recife; Gercimar, Ferreira, Neto e Daniel Costa (Thiago Pereira); Matheus (Naôh) e Jô. Técnico: Luiz Carlos Martins 

Bragantino: Felipe; Alemão, Jesiel, Éder Lima e Bruno Pacheco; Serginho, Edson Sitta, Leandro Oliveira (Renan) e Érick; Lincom (Walace) e Thiago Santos (Elder Santana). 
Técnico: Léo Condé.

Público: 3.510 pagantes.
Renda: R$ 17.720,00

Árbitro: Douglas Marques das Flores.

Cartões amarelos: Léo Pereira e Ferreira (São Caetano).

LÉO CONDÉ DEVERÁ REPETIR ESCALAÇÃO DO BRAGANTINO

Lincom vem atuando na base
do sacrifício
FOTO: reprodução
Mesmo alguns jogadores passando por processos regenerativos o técnico Léo Condé deverá mandar a campo, esta tarde, a mesma formação que iniciou a partida contra o Barbarense, na última quarta-feira.

O zagueiro Douglas Silva e o meio campo Geandro devem seguir de fora. Com isso, Jesiel segue na zaga ao lado de Éder Lima e Leandro Oliveira, que fez sua estreia no meio da semana, no meio campo.

Para conseguir poupar alguns atletas, como no caso de Lincom, que vem atuando na base do sacrifício, Condé aguarda pelo retorno de outros, casos de Júnior Timbó, Léo Jaime e Jobinho.

O meia atacante Tartá deve ficar à disposição e começar a ser relacionado para as partidas dentro de no máximo 10 dias.

sexta-feira, 11 de março de 2016

EM CAMPO A LIDERANÇA DA SÉRIE A2: SÃO CAETANO x BRAGANTINO

São Caetano e Bragantino disputam na tarde deste sábado, 16 horas, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, a principal partida da 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Em campo duas equipes credenciadas ao acesso e que, nas últimas rodadas, vêm se alternando na liderança da competição.

Na primeira colocação, o Braga está com 25 pontos, contra 23 do 'Azulão'.

Os números mostram um equilíbrio na campanha dos dois times. Após 12 rodadas, o Bragantino tem sete vitórias, contra seis do São Caetano. No número de empates, um a mais para o time do ABC paulista (5 a 4). Os dois perderam apenas uma vez e, curiosamente, para o mesmo adversário, o Mirassol, fora de casa.

O Braga tem o principal ataque da competição, ao lado do Batatais, com 24 gols marcados. O São Caetano marcou 16.

A vantagem do 'Azulão' está no número de gols sofridos (8 contra 12).

Os dois últimos confrontos entre São Caetano e Bragantino, no Anacleto Campanella, terminaram com vitória do Massa Bruta. No Paulistão 2013 (1 a 0, gol de Lincom) e na Série B de 2013, (2 a 1, dois gols de Lincom).

quinta-feira, 10 de março de 2016

DEFINIDA A COTA DOS CLUBES E AS PRIMEIRAS RODADAS DO BRASILEIRO SÉRIE B

BRAGANTINO ESTREIA EM GOIÂNIA, CONTRA O VILA NOVA

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na tarde da última quarta-feira (9), após uma assembléia geral realizada em sua sede, a tabela provisória do Campeonato Brasileiro da Série B.

A competição se inicia no dia 13 de maio. As datas e horários de cada partida ainda não foram definidos.

O Bragantino estreia em Goiânia diante do Vila Nova; na segunda rodada recebe o Luverdense-MT, em Bragança; e na terceira rodada vai até Pelotas-RS, enfrentar o Brasil.

O regulamento será igual dos anos anteriores, com turno e returno, em 38 rodadas. Os quatro primeiros colocados ascenderão à Série A, enquanto os quatro últimos serão rebaixados para a Série C.

VALOR DA COTA
A entidade ainda definiu o pagamento de R$ 5.114,00 de cota para cada clube na temporada toda. Este valor é bruto, ficando cerca de 90% como valor líquido, algo perto de R$ R$ 4,6 milhões, divididos em dez parcelas. No ano passado cada clube recebeu perto de R$ 3 milhões.

A exceção fica para três clubes - Vasco da Gama (receberá R$ 100 milhões), Goiás (R$ 35 milhões), rebaixados ano passado, e Bahia (cerca de R$ 53 milhões).

Uma decisão tomada pelos representantes dos clubes é de que uma comissão vai representar o grupo diante da direção da CBF. São os presidentes do Avaí, Bahia, Bragantino e Paraná. "Isso evita ter que reunir todo mundo para encaminhar algum tipo de reivindicação à CBF" explicou o presidente Marco Chedid, do Bragantino.

BRAGANTINO: A CAMINHO DA CLASSIFICAÇÃO

Falta pouco para que o Bragantino alcance sua classificação a próxima fase do Campeonato Paulista da Série A2.

Voltar a disputar esta divisão, este ano, depois de 10 anos, não seria fácil, apesar de alguns imaginarem o contrário. Como afirmo "imaginarem" vamos aos termos:

Imaginar é um verbo com origem no latim (imaginare) que tem como alguns de seus significados: criar na imaginação, fantasiar.

Ou seja, alguns poderiam fantasiar ou criar uma falsa imagem de que o Bragantino seria campeão invicto da A2, com uma sobra enorme de vantagem sobre seus adversários.

Para piorar o time estreou contra uma equipe em formação e, naquele momento, totalmente desorganizado, o Paulista, em Jundiaí.

Na seqüência, vitória contra o Barretos, com a equipe sendo dominada grande parte do jogo; empate com o Penapolense, com o time estando duas vezes atrás no marcador.

Um ar de 'pressão' pairou sobre o trabalho da comissão técnica, pelo fato do time não estar apresentando um futebol convincente. Léo Condé respondeu que o melhor futebol era uma questão de tempo.

Veio o empate em Campinas, contra o Guarani, as vitórias contra Monte Azul e Santo André, e o empate contra a Portuguesa. O futebol apresentado ainda carecia de uma melhora, apesar dos bons resultados.

Veio a primeira derrota em Mirassol e depois a reabilitação diante do Taubaté.

Alguns exigentes 'torcedores' continuavam 'torcendo o nariz' com o futebol apresentado pelo time. O incomodo de alguns parece que chegou ao conhecimento do treinador, que mandou o recado, sempre educadamente, como lhe é peculiar: "Futebol não é como se fazer um bolo, onde você prepara a massa, põe para assar, tira do forno e come. As coisas nem sempre acontecem como se imagina (olha o verbo imaginar aqui novamente), alguns jogadores se contundem, outros não se apresentam bem em uma determinada partida, problemas de suspensão. Enfim, o futebol é subjetivo neste aspecto."

Mais uma vez Condé mostrou conhecimento de causa, pois a partir da partida seguinte o time engrenou. Vitória soberana em Limeira, diante do Independente, empate em Batatais, com lances polêmicos contrários ao seu time e a vitória soberana sobre o Barbarense, nesta última quarta-feira.

Os resultados seguem aparecendo e agora o time também está rendendo e fazendo por merecer tais resultados.

As críticas ao seu trabalho parecem estar mais distantes e sabedor disso Condé falou na última coletiva após a vitória sobre o Barbarense, deixando a entender que sempre soube o que estava e o que está fazendo a frente do comando da equipe. Alguns torcedores e alguns membros da imprensa talvez tenham se precipitado em algumas críticas e colocações, mas tudo isso faz parte do mundo da bola.

A verdade é que, matematicamente, o Bragantino precisa de mais seis ou sete pontos para se garantir entre os oito melhores que avançam de fase. Somados estes pontos, o time vai atrás das primeiras colocações para conseguir vantagens na seqüência das fases, ou seja, poder decidir em casa a segunda partida, com o apoio de seu fanático e caloroso torcedor.

quarta-feira, 9 de março de 2016

BRAGANTINO VENCE O BARBARENSE E VOLTA A LIDERANÇA DA SÉRIE A2

TIME TEVE MAIS UMA ATUAÇÃO CONVINCENTE E SE APROXIMA DA CLASSIFICAÇÃO

O Bragantino conquistou mais um importante resultado rumo a sua classificação a próxima fase do Campeonato Paulista da Série A2. Na noite desta quarta-feira, a equipe do técnico Léo Condé venceu o União Barbarense, por 3 a 1, e recuperou a liderança da competição, graças a derrota do São Caetano para o Mirassol.

O São Caetano que, por sinal, é o próximo adversário do Braga, neste sábado, em São Caetano do Sul.

Além dos três pontos conquistados o torcedor também vibrou com o futebol apresentado pelo time, que vem subindo de produção nas últimas rodadas.

Tiago Santos, duas vezes e Erick fizeram os gols do Massa Bruta. Por sinal, Tiago assumiu a artilharia isolada da competição, com 10 gols e Erick marcou seu quarto gol consecutivo, nos últimos quatro jogos (Taubaté, Independente, Batatais e Barbarense).

terça-feira, 8 de março de 2016

BRAGANTINO SEGUE COM PROMOÇÃO PARA O TORCEDOR

É aguardada a presença de um grande público no estádio Nabi Chedid para a partida desta quarta-feira, 19h30, contra o União Barbarense, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Campanha de conscientização
prossegue perante o torcedor
FOTO: bragantino.net
A promoção da troca de ingressos por garrafas pet ou pneus continua. A cada duas garrafas pet ou um pneu, o torcedor ganha um ingresso.

Diante do bom público nas rodadas passadas o Bragantino teve a cota de ingressos para o este jogo aumentada pela Federação Paulista de Futebol dos 5 para 7 mil ingressos. 

ZAGUEIRO DOUGLAS SILVA NÃO ENFRENTA O BARBARENSE

Jesiel será o substituto de
Douglas Silva, contra o
União Barbarense
FOTO: bragantino.net
Titular, ao lado de Éder Lima, desde a primeira rodada da Série A2, o zagueiro Douglas Silva foi vetado pelo departamento médico do Bragantino e não enfrenta o União Barbarense nesta quarta-feira.

Ele deixou o campo de jogo, na última partida, ainda na primeira etapa, sentindo um desconforto muscular. Após uma reavaliação foi constatado um edema no local e, por precaução, ele fica fora desta partida e, provavelmente, também contra o São Caetano.

Douglas Silva estava no ano passado no Joinville e sua última partida naquele clube foi contra o Santos, no dia 27 de julho, tendo ficado, posteriormente, um bom tempo sem atuar.

Para esta partida contra o Barbarense, Jesiel está confirmado na zaga.

BRAGANTINO RECEBE UNIÃO BARBARENSE DE OLHO NA LIDERANÇA DA SÉRIE A2

UMA VITÓRIA DO BRAGANTINO, COMBINADA A UM TROPEÇO DO SÃO CAETANO, CONTRA O MIRASSOL, DEVOLVEM A PONTA DA TABELA AO MASSA BRUTA

O Bragantino entra em campo nesta quarta-feira, 19h30, para enfrentar o União Barbarense, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2, de olho na liderança da competição.

Na rodada passada, após o empate em Batatais, o time do técnico Léo Condé acabou ultrapassado na classificação pelo São Caetano, caindo para a vice liderança.

Uma vitória esta noite, combinada com um tropeço do 'Azulão', que joga em Mirassol, devolvem a primeira colocação ao Massa Bruta.

A rodada já teve a realização de duas partidas. Na segunda-feira, a Portuguesa venceu op Independente de Limeira, de virada, por 3 a 2. Nesta terça-feira, em Campinas, o Guarani venceu o Votuporanguense, por 1 a 0, com o gol sendo assinalado por Fumagalli, aos 44 min da etapa final.

CLASSIFICAÇÃO:

EQUIPES PG JG V E D GP GC SG AP%
1 SÃO CAETANO 23 11 6 5 0 16 6 10 69,7
2 BRAGANTINO 22 11 6 4 1 21 11 10 66,7
3 MIRASSOL 21 11 6 3 2 13 7 6 63,6
4 U. BARBARENSE 19 11 6 1 4 14 9 5 57,6
5 BATATAIS 19 11 5 4 2 23 12 11 57,6
6 VELO CLUBE 19 11 5 4 2 11 8 3 57,6
7 PORTUGUESA 19 12 5 4 3 16 14 2 52,8
8 SANTO ANDRÉ 18 11 5 3 3 18 12 6 54,5
9 GUARANI 17 12 4 5 3 13 10 3 47,2
10 BARRETOS 16 11 5 1 5 14 13 1 48,5
11 TAUBATÉ 16 11 4 4 3 19 15 4 48,5
12 VOTUPORANGUENSE 14 12 4 2 6 14 21 -7 38,9
13 JUVENTUS 14 11 3 5 3 10 15 -5 42,4
14 PAULISTA 12 11 3 3 5 11 17 -6 36,4
15 INDEPENDENTE 11 12 3 2 7 15 24 -9 30,6
16 MARÍLIA 10 11 2 4 5 12 16 -4 30,3
17 RIO BRANCO 9 11 2 3 6 15 22 -7 27,3
18 MONTE AZUL 9 11 2 3 6 9 17 -8 27,3
19 PENAPOLENSE 8 11 2 2 7 11 17 -6 24,2
20 A. SOROCABA 8 11 2 2 7 13 22 -9 24,2



domingo, 6 de março de 2016

MELHORES MOMENTOS: BATATAIS 2 x 2 BRAGANTINO

Click no link abaixo e acompanhe os melhores momentos de Batatais 2 x 2 Bragantino

http://redevida.com.br/programa/futebol/melhores-momentos-de-batatais-x-bragantino.html

BRAGANTINO SOFRE EMPATE NO FINAL E DEIXA A LIDERANÇA

Batatais empatou a partida aos 45 min em um lance penal muito duvidoso

O Bragantino deixou escapar a liderança do Campeonato Paulista da Série A2 na noite deste sábado, ao empatar em 2 a 2 com o Batatais, em jogo válido pela 11ª rodada da competição.

Com o empate o Braga passa a somar 22 pontos, um a menos que o São Caetano, que assumiu a ponta ao vencer o Guarani, por 2 a 0.

A equipe volta a campo na próxima quarta-feira, 19h30, no estádio Nabi Chedid, quando recebe o União Barbarense.

GOLS
Lance do primeiro gol do Bragantino
CRÉDITO: Imagens Rede Vida
O primeiro gol saiu logo aos 5 min. Thiago Santos interceptou pela esquerda, inverteu a jogada à direita para Erick que carregou a bola em velocidade, invadiu a área e bateru cruzado, sem chances para o goleiro Matheus.

Aos 7 min, Geandro foi desarmado em uma saída de bola na intermediária por Guilherme Noé. A bola chegou a Rafael Toledo que serviu a Eliandro. O atacante invadiu a área, enganou o zagueiro Douglas SIlva e bateu forte para empatar.  

Na segunda etapa, melhor postado em campo, o Bragantino chegou a marcação do segundo gol, aos 27 min, com Tiago Santos. Das proximidades da área ele bateu forte mandando a bola no canto esquerdo do goleiro.

Quando tudo caminhava para o final, aos 45 min, o árbitro marcou uma falta penal do goleiro Felipe no atacante Eliandro. Rafael Toledo cobrou a penalidade e empatou a partida.