Busca no BLOG

domingo, 2 de julho de 2017

BRAGANTINO PERDE PARA O JOINVILLE E ENTRA NA ZONA DO REBAIXAMENTO

SÃO QUATRO JOGOS SEM VENCER E TRÊS SEM MARCAR GOLS. NO PRÓXIMO SÁBADO O ADVERSÁRIO SERÁ O TUPI, DE JUIZ DE FORA-MG, NO 'NABI CHEDID'

WELLINGTON CRIOU ALGUMAS BOAS JOGADAS, MAS NÃO CONVERTIDAS EM GOL
FOTO: RAFAEL MOREIRA/BRAGANTINO
O Bragantino conheceu sua terceira derrota (a segunda consecutiva) no Campeonato Brasileiro da Série C, na tarde deste domingo, em Joinville, por 2 a 0, diante do JEC. O resultado levou para quatro o número de jogos do Massa Bruta sem vitória na competição e, de sobra, colocou a equipe na zona do rebaixamento. Dos últimos 12 pontos disputados o Braga conquistou apenas dois.

Como era de se esperar o time da casa iniciou a partida pressionando o Bragantino. Com a estréia de um novo treinador a equipe partiu para cima tentando definir o resultado logo nos primeiros minutos.

No entanto, a primeira boa chegada foi do Bragantino, com Roberto Pitio desperdiçando ao errar o cabeceio. Aos 8 min, no ataque seguinte, foi a vez do JEC assustar a meta defendida por Renan Rocha.

Aos 21, Grampola obrigou o goleiro do Braga a praticar grande intervenção. Dois minutos depois, Vitor arriscou de fora da área e Jhonatan defendeu.

De tanto insistir o JEC abriu o marcador e com ele: Rafael Grampola. Aos 28, ele recebeu o passe longo de Fernandinho, dominou, ganhou em velocidade na diagonal, invadiu a área e bateu cruzado, de perna esquerda, para a irritação do goleiro Renan Rocha.

Para a segunda etapa o Braga voltou com Anderson Ligeiro no lugar de Roberto Pitio. A alteração melhorou o poderio ofensivo do time, mas ainda não o suficiente para chegar ao gol de empate.

Aos 11, em outro lance de desatenção, Buiu fez o cruzamento e Ricardo Lobo desviou de cabeça para marcar o segundo.

Alberto ainda tentou de todas as formas deixar seu time mais ofensivo. Raphael Toledo e Giva entraram nos lugares de Adenilson e Vitor, mas as alterações não resultaram ao menos para que o marcador fosse diminuído.