Busca no BLOG

terça-feira, 5 de novembro de 2013

REFÚGIO EM ATIBAIA: DECISÃO ACERTADA OU NÃO?

DESPERDÍCIO DE DINHEIRO

As coisa no Bragantino, literalmente, estão de cabeça para baixo
FOTO: Divulgação/Internet
A decisão da cúpula do Bragantino de tirar o time da cidade e concentrá-lo em Atibaia por 8 dias teria sido acertada ou não? A resposta somente o tempo dirá ou os próximos resultados dirão...

No entanto algumas coisas são difíceis de entender, ou melhor, não dá para compreender.

O Bragantino gastou uma enorme quantia para a construção dos alojamentos, apontados como um dos melhores do Brasil em termos de infraestrutura, junto ao estádio, local, inclusive onde os atletas se concentram no dia a dia antes dos jogos.

As condições do gramado do estádio Nabi Abi Chedid (local onde o time manda seus jogos) são as melhores possíveis, tendo ainda como apoio o campo reduzido de grama sintética, inclusive, sendo o local escolhido pela FIFA para subsidiar uma seleção para treinos na Copa do Mundo do ano que vem.

Sendo assim, porque sair de Bragança? A decisão da comissão técnica, em comum acordo com o presidente, não pode ser em razão de qualquer tipo de pressão, por parte do torcedor, pois este não está mais preocupado com o clube ou não tem este tipo de preocupação como prioridade. Um exemplo disso é o baixo número de torcedores que tem frequentado o estádio nos dias de jogos.

O fato de ficarem todos juntos nestes dias demonstra mais uma falta de confiança, dos que comandam, no grupo de atletas, do que qualquer outra coisa.

Outro absurdo comentado nestes dias é que a alimentação acaba sendo melhor. Então aqueles que se alimentam no clube, não tem uma boa e saudável alimentação? Aqueles que moram fora do clube também não estariam se alimentando bem?

Analisando friamente: tudo isso visa uma mudança de foco, pois o time vem jogando mal e se tomarmos como base as últimas apresentações e os últimos resultados, tudo caminha rumo a Série C.

Sendo assim, estes dois próximos jogos serão decisivos: ou o time vence ou vai para a Série C, onde o prejuízo financeiro para quem comanda o clube será enorme.

Para terminar, tenho uma última preocupação: o técnico do Bragantino está tão preocupado em esconder o time, fechar a concentração não permitindo a presença da imprensa da cidade, que temo que nem mesmo ele encontre. Por sinal, vem procurando este futebol desde que retornou ao comando há dez rodadas e pelo que me parece já passou da hora de encontrá-lo.