Busca no BLOG

sábado, 21 de maio de 2016

LÉO CONDÉ NÃO É MAIS O TÉCNICO DO BRAGANTINO

TREINADOR PEDIU O DESLIGAMENTO APÓS SAÍDA DO PREPARADOR FÍSICO LUIS AUGUSTO. ATACANTE ERICK TAMBÉM DEIXA O CLUBE


Uma reunião entre o presidente do Bragantino, Marco Chedid, membros da diretoria de futebol, jogadores e comissão técnica, na noite desta sexta-feira, resultaram em mudanças significativas no clube.
Léo Condé não é mais o técnico do Bragantino
FOTO: Divulgação

A primeira delas foi o desligamento do atacante Erick. Descontente, de uns tempos para cá, o atleta demonstrou não ter mais interesse em prosseguir defendendo o clube, com o qual tinha contrato vigente até 31 de novembro deste ano.

De acordo com a legislação do futebol, seis meses antes do término do contrato de um atleta ele pode assinar um pré contrato com outra agremiação. Tudo indica que isto iria acontecer com o Erick. Ocorre que, pelo desejo demonstrado do atleta em não defender mais o clube, chegou-se a um consenso para a sua liberação imediata. Não foi informado se o clube terá alguma compensação financeira, mesmo que mínima.

A outra mudança foi a saída de toda a comissão técnica neste sábado.

O presidente demonstrou todo seu descontentamento ainda com a eliminação na Série A2 do Campeonato Paulista e com o baixo desempenho nas duas primeiras rodadas da Série B do Brasileiro, onde o time sofreu duas derrotas (Vila Nova-GO e Luverdense-MT).

Um dos pontos mais questionados na reunião da sexta-feira, foi em relação ao preparo físico da equipe que, segundo muitos, não é dos melhores já há algum tempo.

Insatisfeito com as cobranças, neste sábado, o preparador físico Luis Augusto resolveu pedir demissão. Em solidariedade ao companheiro de equipe e trabalho, o técnico Léo Condé, o auxiliar Renatinho e o analista de desempenho Henrique Furtado, também resolveram sair.

Desta forma, Alberto (funcionário do clube que desempenha a função de auxiliar) deverá comandar os últimos treinos e o time em Pelotas-RS, na próxima terça-feira, diante do Brasil.