Busca no BLOG

sábado, 20 de agosto de 2016

BRAGANTINO FICA NO EMPATE COM O VILA NOVA-GO

INÍCIO DO RETURNO NÃO FOI DOS MELHORES PARA O BRAGANTINO, QUE VOLTOU A FALHAR EM JOGADAS AÉREAS DEFENSIVAS

O Bragantino não começou o returno do Campeonato Brasileiro da Série B como se esperava, ou seja, vencendo em casa o Vila Nova-GO. O jogo terminou empatado em 2 a 2, resultado este que pode reconduzir o Massa Bruta ao Z4, desde que haja um vencedor no confronto deste sábado, 21 horas, em Goiânia, entre Goiás e Tupi-MG.

O Braga chegou aos 21 pontos, o Goiás tem 20 e o Tupi tem 18, com o mesmo número de vitórias que o time do técnico Marcelo Veiga. Sendo assim, somente o empate neste confronto mantém o Braga fora da zona do rebaixamento.

No jogo contra o Vila esperava-se mais do Bragantino. O time que terminou o primeiro turno sendo derrotado para o Londrina, não mostrou muita evolução. Pelo contrário, alguns erros apresentados voltaram a aparecer, como nos lances dos gols do Vila Nova-GO.

O Vila Nova foi melhor na primeira etapa. Marcou aos 15 min com o zagueiro Guilherme Teixeira, de cabeça, antecipando-se a Ednei, em bola levantada para a área em cobrança de falta. Além do gol, a equipe criou mais oportunidades e poderia ter ampliado o marcador não fosse a presença do goleiro Felipe.

O Bragantino voltou do intervalo com duas alterações. Saíram Edson Sitta e Rivaldo para as entradas de Gabriel Nunes e Léo Jaime. Ao contrário da primeira etapa, na etapa final foi o Braga que dominou as ações e passou a pressionar o adversário, mesmo que, algumas vezes de forma desordenada.

Em jogada bem trabalhada, que começou com uma cobrança de lateral de Alemão, Eliandro empatou a partida, aos 13 min. O atacante recebeu a bola do lateral, tocou para Erick e recebeu de volta, de frente para o goleiro Saulo. De perna esquerda ele bateu e marcou seu terceiro gol na Série B.

Cobrando falta, André Rocha quase marcou o segundo, aos 21.

Aos 28, a dupla Eliandro e Erick voltou a funcionar e o Braga marcou o segundo. Léo Jaime recebeu pela esquerda e tocou para Eliandro no meio. O camisa 9 percebeu a entrada de Erick e lhe deu o passe. Este dominou e bateu cruzado. Braga 2 a 1, de virada.

ÚLTIMO LANCE DE PERIGO DA PARTIDA.
FALTA PARA O VILA NOVA-GO
FOTO: SÍLVIO LOREDO
Perdendo a partida o técnico Guilherme Alves, do Vila, arriscou e foi para o chamado 'tudo ou nada'. Ele colocou em campo mais dois atacantes, Joãozinho e Vandinho. Por outro lado, tentando se precaver, Marcelo Veiga sacou Felipe Nunes e fez entrar César Gaúcho em seu lugar.

De novo em lance de bola parada o Bragantino sofreu o empate, aos 39 min. Jean Carlos cobrou escanteio, Felipe saiu mal do gol e Rodrigo Sam não acompanhou Vandinho que , de cabeça, empatou a partida.

O Braga sentiu o gol sofrido e ainda quase sofreu mais um, em cobrança de falta de Jean Carlos, aos 44. A bola passou muito perto do gol de Felipe.

O próximo compromisso do Bragantino será no sábado, 27, em Lucas do Rio Verde-MT, diante do Luverdense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post aqui seu comentário: