Busca no BLOG

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

BRAGANTINO RECEBE O VILA NOVA-GO NA ABERTURA DO RETURNO DA SÉRIE B

BRAGANTINO ESTÁ NA 16ª COLOCAÇÃO E PRECISA DOS TRÊS PONTOS NA PARTIDA QUE ACONTECE NESTA SEXTA-FEIRA, 20h30

Depois de exatos 17 dias o Bragantino volta a campo na noite desta sexta-feira, 20h30, no estádio Nabi Chedid, para enfrentar o Vila Nova-GO, na primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com 20 pontos, o Braga é o primeiro time fora da zona do rebaixamento, na 16ª colocação, estando a frente do Goiás pelo número de vitórias (cinco contra quatro).

O baixo rendimento ofensivo, principalmente no início da competição, atrapalhou um melhor desempenho da equipe. Com 15 gols marcados, o Braga tem o terceiro pior ataque do campeonato.

Do outro lado, o Vila Nova-GO ocupa uma posição intermediária na classificação, com cinco pontos a mais que o Bragantino. O ponto negativo do primeiro turno foi o sistema defensivo da equipe, que sofreu 28 gols, tendo a segunda defesa mais vazada do certame.

RODRIGO SAM SERÁ O COMPANHEIRO DE EDNEI,
NA ZAGA DO BRAGANTINO NO CONFRONTO
CONTRA O VILA NOVA-GO, NESTA SEXTA-FEIRA
 FOTO: Rafael Moreira/Bragantino
O técnico Guilherme Alves assumiu o comando da equipe na 10ª rodada e seu retrospecto é positivo a frente do time. Como visitante, sob seu comando, foram cinco jogos, com duas vitórias, dois empates e apenas uma derrota, para o Avaí, em Florianópolis-SC.

GRAMPOLA SEGUE DE FORA
O atacante Rafael Grampola segue em tratamento e mais uma vez ficará de fora da partida. Eliandro deve seguir no comando de ataque.

O meio campo Gabriel Dias, suspenso, também fica de fora. Ele recebeu uma punição de duas partidas pela sua expulsão contra o Vasco e cumprirá mais um jogo de punição. No jogo passado, em Londrina, ele ficou no banco e não foi aproveitado por Marcelo Veiga.

A defesa também sofrerá mudança. Éder Lima, negociado com o América-MG, dá seu lugar ao jovem Rodrigo Sam, emprestado pelo Corinthians. Sam iniciou a Série B entrando em algumas partidas e sendo titular em outras, mas as atuações irregulares lhe custaram a permanência na equipe.

Com Marcelo Veiga, ele foi escalado como titular no jogo de estréia do treinador, contra o Ceará e, posteriormente, não atuou mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post aqui seu comentário: