Busca no BLOG

quarta-feira, 27 de julho de 2016

BRAGANTINO PERDE DO BOTAFOGO E ESTÁ ELIMINADO DA COPA DO BRASIL

ÚNICO GOL DA PARTIDA FOI ASSINALADO POR VINICIUS TANQUE, AOS 34 MIN DA ETAPA FINAL

 Renan Fonseca sobe mais que Eliandro
na disputa de jogada aérea
FOTO: Vítor Silva/Botafogo FR
O Bragantino foi derrotado pelo Botafogo, por 1 a 0, na noite da última quarta-feira, no Rio de Janeiro e acabou eliminado da Copa do Brasil. O único gol foi assinalado por Vinicius, aos 34 min da etapa final.

Ao contrário da primeira partida, em Bragança, o técnico do Botafogo, Ricardo Gomes, escalou seus jogadores considerados titulares para este confronto.

PRIMEIRO TEMPO DE UM TIME SÓ
Com mais posse de bola e iniciativa o Botafogo dominou amplamente a primeira etapa. Aos 10 min, Camilo teve a primeira chance. Ele pegou um rebote do goleiro Felipe e bateu rasteiro. A bola passou perto.

Aos 14, o mesmo Camilo cobrou uma falta e a bola acertou o travessão. Neilton chegou a marcar, no rebote, mas o lance já estava parado, com impedimento assinalado de Canales.

A única jogada ofensiva do Bragantino nesta primeira etapa foi com Tartá, aos 19 min, que arriscou um arremate de fora da área, para a defesa tranqüila de Sidão

Na reta final do primeiro tempo, o goleiro Felipe evitou finalização de Camilo, aos 37, e aos 45, defendeu a bola cabeceada por Canales.

ETAPA FINAL COM DUAS CHANCES
O Bragantino adotou a postura de esperar o adversário para tentar encontrar o caminho da vitória nos contra ataques e na etapa final duas chances apareceram, mas foram desperdiçadas.

Aos 25, depois de uma cobrança de falta, Erick apanhou a sobra e chutou forte. A bola, que tinha a direção do gol, explodiu contra o corpo de Airton, que se jogou ao chão para interceptar.

Dois minutos depois foi a vez de Eliandro, de cabeça, desperdiçar a chance.

Aos 34, saiu o gol do Botafogo. Vinicius, que acabara de entrar, em sua primeira participação, recebeu o passe de Camilo e bateu forte na saída de Felipe.

Desordenado após o gol sofrido, o Bragantino tentou se lançar ao ataque, mas sem êxito.

O Botafogo ainda teve a chance de marcar o segundo, com Salgueiro, mas a zaga salvou.