Busca no BLOG

terça-feira, 11 de outubro de 2016

MAIS UM 'APAGÃO' NO ESTÁDIO DO BRAGANTINO: O TERCEIRO DO ANO

EPISÓDIO, DE OUTRAS PROPORÇÕES, JÁ HAVIA ACONTECIDO EM DUAS OCASIÕES AINDA NESTE CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

REFLETOR DE UMA DAS TORRES NO MOMENTO
EM QUE COMEÇOU A SER REACESO
FOTO: SÍLVIO LOREDO
Mais uma vez (a terceira neste campeonato), um jogo no estádio Nabi Chedid ficou paralisado por falta de energia elétrica. Nesta segunda-feira, Bragantino x Criciúma se enfrentavam quando aos 42 min da primeira etapa, simplesmente, duas torres de refletores se apagaram, deixando o estádio parcialmente iluminado.

Desde que retornou a Série A1 do Campeonato Paulista em 2005 e ascendeu a Série B do Brasileiro em 2007, jamais o Bragantino havia tido este tipo de problema. É bem verdade que, a iluminação nunca foi o ponto forte do estádio, mas daí a estes 'apagões' existe uma grande distância.

A partida contra o Criciúma recomeçou após 40 min de paralisação e, ainda assim, sem todos os holofotes acessos.

Este ano a primeira ocorrência aconteceu na segunda rodada, dia 2 de maio, no jogo contra o Luverdense-MT, quando houve um atraso de 40 min para o início da partida; na segunda vez foi no jogo contra o Joinville-SC, dia 16 de julho, quando o atraso chegou a 1h37min.

A Energisa, empresa responsável pela distribuição de energia em Bragança Paulista e região, esclareceu através de nota a imprensa, que não teve responsabilidade sobre a pane elétrica ocorrida na parte interna do estádio.

DOIS DOS REFLETORES DO ESTÁDIO APRESENTARAM PROBLEMAS
E A PARTIDA FICOU 40 MINUTOS PARALISADA
FOTO: SÍLVIO LOREDO
Em 2008 parte do estádio passou por um processo de reformulação com troca total do gramado, construção de camarotes, reforma e readaptação das cabines de imprensa, além da instalação de um restaurante com vista panorâmica para o campo de jogo.

Passados seis anos, talvez, o ponto crucial de trabalho no estádio para os dirigentes, a partir de agora, seja sanar definitivamente estes problemas apresentados com a iluminação.

O jogo contra o Criciúma teve transmissão em rede nacional pelo canal Sportv e com os problemas apresentados gerou um atraso na grade de programação da emissora, que criticou severamente o clube, principalmente, pela reincidência dos fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post aqui seu comentário: