Busca no BLOG

domingo, 26 de março de 2017

BRAGANTINO EMPATA EM SJ DO RIO PRETO

APESAR DO RESULTADO NÃO SER CONSIDERADO RUIM, O TIME PERDEU MAIS UMA POSIÇÃO NA TABELA DE CLASSIFICAÇÃO EM RAZÃO DA VITÓRIA DO PENAPOLENSE

VITOR TENTA A JOGADA MARCADO DE PERTO PELO ADVERSÁRIO
FOTO: GUILHERME BAFFI/DIÁRIO DA REGIÃO
Rio Preto e Bragantino ficaram no empate, em 1 a 1, na tarde deste sábado, no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Com o resultado, somado a goleado do Penapolense, fora de casa, contra o Mogi Mirim e mais as vitórias de Batatais e Rio Claro, deixaram o Massa Bruta na sexta colocação, três pontos atrás do Rio Claro.

O jogo contou com dois tempos distintos. O primeiro dominado pelo time da casa que, inclusive, abriu o marcador logo aos 14 min de partida com o atacante Jhonatas Obina.

O Bragantino não teve uma boa atuação nesta primeira etapa e o técnico Alberto precisou arrumar a postura do time no intervalo.

Já na segunda etapa foi o Braga que esteve melhor, chegando ao empate aos 9 min em uma cobrança de penalidade máxima através de Rafael Grampola. O mesmo Grampola e Adriano ainda tiveram oportunidades de virar o marcador, mas acabaram desperdiçando as chances.

O Rio Preto acertou uma bola contra a trave de Renan Rocha, em finalização de Wagner, aos 10 min, sendo esta a principal chance do time da casa nesta etapa final.

Nos minutos finais o Bragantino ficou com um jogador a menos em campo. Adriano Paulista, que já tinha o cartão amarelo, fez falta no adversário e acabou expulso.

Na próxima quarta-feira o Braga recebe o XV de Piracicaba, no estádio Nabi Chedid e, além de Adriano, não contará também com Vitor, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

sábado, 25 de março de 2017

BRAGANTINO JOGA PELA REABILITAÇÃO EM SJ DO RIO PRETO

VENCER O RIO PRETO PARA REABILITAR-SE DA ÚLTIMA DERROTA E VOLTAR AO G4 SÃO OS OBJETIVOS DOS COMANDADOS DO TÉCNICO ALBERTO, NESTE SÁBADO, 16 HORAS

O Bragantino volta a campo logo mais 16 horas, em São José do Rio Preto, para enfrentar o Rio Preto, no estádio Anísio Haddad, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Depois da derrota sofrida em casa, no meio da semana, para o Barbarense, os comandados do técnico Alberto esperam manter a campanha de melhor visitante da competição para alcançarem mais um resultado positivo.

Em seis jogos disputados fora de casa, o Bragantino (ao lado do Água Santa) conquistou um aproveitamento de 72% destes pontos, ou seja, 13, com quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota. Marcou 14 gols e sofreu nove, sendo também a equipe que mais gols assinalou fora de casa.

Estes números fora de casa é que mantém o Massa Bruta na parte de cima da tabela. Um resultado positivo esta tarde pode levar o time a terceira colocação, dependendo dos resultados de Batatais e Rio Claro na rodada.

Por outro lado, o Rio Preto, entrou na zona de rebaixamento na última rodada depois de ser derrotado pelo Penapolense. Como mandante, em seis jogos, a equipe venceu dois, empatou dois e perdeu dois.

SUSPENSOS DEVEM RETORNAR AO TIME
VITOR CUMPRIU SUSPENSÃO CONTRA O BARBARENSE
E DEVE SER UMA DAS OPÇÕES DO TÉCNICO ALBERTO
PARA O JOGO DESTA TARDE
FOTO: RAFAEL MOREIRA/BRAGANTINO
Até mesmo em razão da fraca atuação diante do Barbarense são esperadas alterações na equipe do Bragantino. O técnico Alberto encerrou os trabalhos para esta partida na manhã de ontem, sexta-feira, no estádio Nabi Chedid. Logo após o almoço a delegação seguiu viagem.

Os volantes Adenilson e Edson Sitta, bem como o meia atacante Vitor, devem retornar depois de cumprirem suspensão.

Outra novidade deve ser na lateral direita. Kellyton pode perder a vaga para Bruno Oliveira.

Três jogadores estão pendurados com dois cartões amarelos: Vitor, Gilberto e Rafael Chorão.

quinta-feira, 23 de março de 2017

BRAGANTINO PERDE PARA O 'LANTERNA' BARBARENSE

SINA DOS PONTOS PERDIDOS EM CASA PROSSEGUE. DE 18 PONTOS DISPUTADOS (SEIS JOGOS) COMO MANDANTE, O BRAGA PERDEU ONZE (TRÊS DERROTAS E UM EMPATE) E CONQUISTOU APENAS SETE

RAFAEL CHORÃO EM UMA DAS COBRANÇAS DE FALTA
FOTO: SÍLVIO LOREDO
Nem o mais otimista torcedor do Barbarense poderia imaginar o que aconteceu no estádio Nabi Chedid na noite da última quarta-feira. O pior time da competição e que fora de casa havia sofrido seis derrotas em seis jogos e marcado apenas um gol, surpreendeu e venceu o irreconhecível Bragantino por 2 a 0.

O resultado fez com que o time do técnico Alberto estacionasse nos 20 pontos, enquanto o Barbarense chegou aos sete pontos conquistados, entre 36 disputados. Foi apenas a segunda vitória do time de Santa Bárbara D'Oeste na competição e a quarta derrota do Massa Bruta, a terceira em casa.

Os gols da partida foram assinalados por Luis Fernando, aos 31 min da primeira etapa, e Melinho, aos 16 min da etapa final.

O Bragantino volta a campo no sábado, 16 horas, em São José do Rio Preto, quando enfrenta o Rio Preto, pela 12ª rodada da competição.

quarta-feira, 22 de março de 2017

BRAGANTINO TEM DESFALQUES PARA ENCARAR O BARBARENSE

VOLANTES ADENILSON E EDSON SITTA E MEIA ATACANTE VITOR, TODOS SUSPENSOS DESFALCAM O TIME NO JOGO DESTA QUARTA-FEIRA

ALBERTO SABE DA IMPORTÂNCIA MAIOR QUE O TIME TERÁ
A PARTIR DE AGORA, PRINCIPALMENTE
NOS JOGOS EM CASA
FOTO: RAFAEL MOREIRA/BRAGANTINO
Mais uma vez o técnico Alberto não poderá mandar a campo a mesma formação do jogo passado. Os volantes Adenilson e Edson Sitta e o meia atacante Vitor, estão suspensos e ficam de fora. Os dois primeiros receberam o terceiro cartão amarelo, enquanto Vitor foi expulso de campo, contra o Sertãozinho.

Ao mesmo tempo que está perdendo três peças entre os titulares, Alberto ganha o retorno do lateral Bruno Oliveira e do atacante Adriano Paulista, artilheiro do time na Série A2 com quatro gols marcados. Ambos cumpriram suspensão na rodada passada e estão à disposição.

Adriano Paulista deve retornar ao time, ocupando a vaga de Vitor. Já Bruno Oliveira ainda não tem presença confirmada entre os titulares, podendo ser uma das opções do treinador para o decorrer da partida.

No meio campo, a tendência é para Daniel Pereira e Revson ocuparem as vagas de Adenilson e Sitta. Como em Sertãozinho o time atuou com um jogador a mais no setor de marcação, também deve acontecer a entrada de mais um jogador de frente que, no caso, pode ser Anderson Lessa.

Wellington, que fez sua estréia também neste último jogo, pode ser uma das opções do treinador.