Busca no BLOG

Carregando...

quinta-feira, 26 de maio de 2016

CONHECENDO A COMISSÃO TÉCNICA DO BRAGANTINO - PARTE 4

AUXILIAR JUNINHO CHICCHINATO

Nome: Helio Chicchinato Júnior
Natural de Santos-SP, nascido em 20/01/1976 (40 anos).

Carreira
Nascido em Santos, Juninho foi criado em Jundiaí, onde foi jogador de futsal em alguns clubes da cidade.No futebol de campo jogou nas categorias de base da Ponte Preta de Campinas. Optou por parar de jogar para ser treinador.

Em 1998, assumiu o time infantil do então Etti Jundiaí. Trabalhou no clube (que depois mudou de nome para Jundiaí e Paulista) até março de 2005, quando foi contratado pelo Palmeiras, onde ganhou destaque no comando da equipe de juniores. Conduziu esta equipe para o título do Campeonato Paulista Sub-20 em 2009. No alviverde, contribuiu pelo surgimento de nomes como Gabriel Silva e Luis Felipe, laterais famosos na época por alternarem de lado durante as partidas.

Também teve uma passagem pelo Atlético-PR, além de uma experiência no futebol do exterior, trabalhando em Dubai.

Recentemente no Santo André, Chicchinato foi o responsável, entre outras funções, por passar ao treinador as impressões dos jogos ao acompanhá-los do lado de fora do campo. 

Auxiliar de Cecílio desde a passagem pelo Mogi Mirim, no ano passado (2015).

CONHECENDO A COMISSÃO TÉCNICA DO BRAGANTINO - PARTE 3

AUXILIAR MARCUS VINICIUS


Nome: Marcus Vinicius de Souza Ozias
Natural de Divisa Nova (MG), nascido em 28/04/1973 (43 anos).

Carreira
Como jogador foi revelado pela Ponte Preta em 1997. Atuava como volante. Também atuou pelo Atlético-PR (1999-2000), Cruzeiro (2001), Portuguesa (2002), Juventude-RS (2003), Sport-PE (2003), Ponte Preta (2004), Grêmio (2005), Sport-PE (2005), Paulista de Jundiaí (2006-2007).

Em 2007 optou por encerrar a carreira e iniciou no próprio Paulista como auxiliar técnico e, posteriormente, como treinador. No ano seguinte, foi para o Poços de Caldas.

Chamado de Marcão nos corredores do Majestoso, ele foi trabalhar no departamento de futebol da Ponte Preta, como diretor, no fim de 2010, quando, ao lado de Gilson Kleina, iniciou o projeto que culminou com o acesso à Série A do Brasileirão em 2011.

Permaneceu na função executiva no clube campineiro até 2013, desligando-se após o vice campeonato da Copa Sul Americana. Em 2014 esteve no Paraná Clube, seu último trabalho como dirigente.

No ano passado (2015), foi convidado por Toninho Cecílio para atuar novamente na função de auxiliar técnico, no Mogi Mirim. É o auxiliar direto do campo, ou seja, quem fica no banco de reservas ao lado de Cecílio durante as partidas, além de contribuir na parte tática e construção de estratégias do time.

Foi o auxiliar de Cecílio na última conquista do Campeonato Paulista da Série A2, pelo Santo André.

CONHECENDO A COMISSÃO TÉCNICA DO BRAGANTINO - PARTE 2

PREPARADOR FÍSICO BENE LIMA

Nome: Benedito Penedo de Lima Filho
Natural de São Paulo (Capital), nascido em 20/03/1974 (42 anos).

Carreira
Formado em Educação Física, trabalha como preparador desde 1993, tendo se especializado com vários cursos ao longo de todos estes anos.

Começou sua carreira no Santo André (1993) e, posteriormente teve passagens por Corinthians (96), Portuguesa (97-98), Alecrim-RN (99), União de Mogi das Cruzes (99-2000), São Bento-SP (2001-2002), Nacional-SP (2003), Juventus (2004), Bragantino (2004-2005), Portuguesa-SP (2005), Bragantino (2006), Francana (2006), Paulista-SP (2007), América-RN (2007), Bragantino (2007-2012), Atlético Sorocaba (2012-2013), Seleção do Timor Leste (2013), Criciúma (2014), Atlético-GO (2014), Goiás (2015), Bragantino (2015), Atlético-GO (2016).

Entre idas e vindas está é a sua quinta passagem pelo Bragantino, a primeira delas sem a presença de um treinador que o trouxesse junto, como nas vezes anteriores, que esteve no clube ou com Marcelo Veiga ou com Wagner Lopes, como aconteceu no ano passado.

Passa a ser, assim como o treinador de goleiros Serginho, e o auxiliar Alberto, membro da comissão técnica do próprio clube.

CONHECENDO A COMISSÃO TÉCNICA DO BRAGANTINO - PARTE 1

TREINADOR TONINHO CECÍLIO


Nome: Antonio Jorge Cecílio Sobrinho
Natural de Avaré (SP), nascido em 27/05/1967 (completa 49 anos nesta sexta-feira)

Carreira
Como atleta iniciou carreira no Palmeiras (1984), atuando posteriormente no Botafogo-RJ (1993), Cruzeiro (1993), Cerezo Osaka (Japão) (1994-95), Coritiba (96), São José-SP (97), União São João (97), Portuguesa Santista (98), Paulista de Jundiaí (99-2000), Santo André (2001).

Chegou a ser convocado por Paulo Roberto Falcão para defender a Seleção Brasileira, em 1990.

Parou de atuar em 2001 e no mesmo ano se formou treinador de futebol, através do Curso Internacional de Treinadores de Futebol. Teve seu primeiro trabalho na Paraguaçuense, em 2002.

Em 2004 assumiu a gerência de futebol da Portuguesa Santista, e no ano seguinte virou coordenador técnico do Fortaleza, onde permaneceu até 2006. No período, chegou a assumir o cargo de técnico interino da equipe.

Em 2007, iniciou a temporada como treinador do Guaratinguetá, mas interrompeu a carreira para aceitar o convite para assumir a gerência de futebol do Palmeiras, onde permaneceu na função até 2010.

Assim que deixou o Palmeiras, resolveu se dedicar exclusivamente a carreira de treinador e logo recebeu o convite do Grêmio Prudente. No mesmo ano (2010) ainda comandou o Vitória-BA e o São Caetano.

Posteriormente comandou o Avaí (2011), Paraná (2012-13), Guaratinguetá (2013), Comercial-SP (2014), Criciúma (2014), XV de Piracicaba (2015), ABC-RN (2015), Mogi Mirim (2015-16), Santo André (2016).